Conectado por

Mato Grosso

Defesa de Savi alega que prisão é absurda


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Mário Okamura
Deputado Mauro Savi, durante audiência de custódia no dia em que foi preso pelo Gaeco, por envolvimento em esquema de propinas no Detran de MT

Ao pedir a soltura do deputado Mauro Savi (DEM) no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o advogado dele, Paulo Fabrinny, afirma que a prisão do parlamentar, denunciado como líder de esquema de R$ 30 milhões propinas no Detran de Mato Grosso, é ilegal e absurda.

Há um mês Savi está preso e a exemplo de outros envolvidos no escândalo da Operação Bônus já havia pedido alvará de soltura ao Tribunal de Justiça, mas o desembargador José Zuquim negou.

A defesa de Savi alegou ao STJ que prender um parlamentar em pleno exercício, que não seja por crime em flagrante e inafiançável, é afronta à Constituição. Disse ainda que não mandar soltá-lo, como determinou votação na Assembleia, por maioria, com 14 parlamentares favoráveis, é subverter as regras do jogo.

Segundo a defesa, a prisão do paciente baseia-se apenas e tão somente na “possibilidade” de que possa interferir nas investigações e na “possibilidade” de que volte a cometer algum ilícito.

Para Fabrinny, isso é “inadimissível” e coloca a democracia em risco, já que remete a ditadura quando o ministro Jarbas Passarinho mandou a Constitutição “às favas”.

“É a velha máxima de que ordem judicial não se discute, se cumpre. Esperava-se que o Poder Judiciário não deixasse de cumprir uma norma constitucional, legal e em pleno vigor”, diz trecho do pedido de habeas corpus encaminhado ao STJ.

Savi está preso no Centro de Custódia de Cuiabá e em denúncia do Ministério Público é citado como líder do esquema no Detran.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − dez =

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento