Conectado por

Rondônia

Defesa Civil é acionada após moradores de prédios sentirem tremor em Porto Velho


Compartilhe:

Publicado por

em

Fenômeno pode ter sido consequência de terremoto na Venezuela, segundo órgão. Tremores também foram sentidos em outras capitais da Região Norte.

Os moradores de um condomínio da Zona Norte de Porto Velho chamaram a Defesa Civil no início da noite desta terça-feira (21) após sentirem um tremor, possivelmente ocasionado pelo terremoto de magnitude 7.3 que atingiu a costa da Venezuela. Chamados também foram feitos por órgãos públicos na capital.

Conforme o coordenador da Defesa Civil, Marcelo Santos, o tremor sentido pelos moradores não chegou a abalar a estrutura das quatro torres do condomínio, com 13 andares cada uma. O fenômeno, segundo ele, foi causado pelo terremoto de 7.3 que atingiu a Venezuela nesta terça.

“Foi um reflexo do abalo sísmico. Recebemos a chamada pela síndica do condomínio, após moradores das coberturas dos prédios afirmarem ter sentido tremores. Não apenas aqui, mas em prédios de órgãos públicos da cidade”, disse Marcelo Santos.

Segundo o coordenador, a Defesa Civil vai continuar monitorando os prédios durante esta noite para ver se houve comprometimento da estrutura. “Isso mesmo com nossa equipe técnica de engenheiros constatando que não houve abalo na estrutura”, completou.

 Moradores de condomínio em Porto Velho relatam ter sentido tremores. (Foto: Pedro Bentes/G1)

Moradores de condomínio em Porto Velho relatam ter sentido tremores. (Foto: Pedro Bentes/G1)

A recomendação nesses casos, segundo a Defesa Civil, é deixar o prédio imediatamente ao sentir qualquer tremor e procurar um lugar seguro. Marcelo Santos também alerta os responsáveis pelos prédios para ações específicas em situações como essa.

“Isso é um evento atípico, mas que já ocorreu outras vezes em Porto Velho. Cobramos desses prédios um sistema de alerta para que os moradores possam evacuar os locais. O segredo é não entrar o pânico. Após a evacuação ligar imediatamente para a Defesa Civil no 199”, finaliza o coordenador.

O epicentro do terremoto de hoje aconteceu perto da cidade de Guiria e sentido ainda na capital, Caracas. Os reflexos foram sentidos em forma de tremores em Rio Branco (AC), Belém (PA), Macapá (AP) e Manaus (AM).

Terremoto no Peru

O tremor mais recente sentido em Rondônia aconteceu em 2015. No fim daquele ano, o terremoto, de magnitude 7,5, foi registrado entre a fronteira do Brasil com o Peru, atingindo o estado.

As cidades que sentiram o fenômeno foram Porto Velho, Ji-Paraná (RO), Buritis (RO) e Ariquemes (RO), no Vale do Jamari.