Conectado por

Rondônia

CURADOS: Secretário Fernando Máximo agradece aos estados que socorreram os pacientes de Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

 Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) em parceria com o Ministério da Saúde (MS) e Força Aérea Brasileira (Fab), transferiu centenas de pacientes com Covid-19 com quadro clínico leve e moderado, para várias partes do Brasil, entre eles o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI) da Fiocruz, no Rio de Janeiro. A transferência, que faz parte da Missão Covid-19 coordenada pela Sesau, ocorreu na Base Aérea de Porto Velho (BaPV).

Na época, uma estrutura foi montada no hangar da Base Aérea para receber as ambulâncias com os pacientes que estavam internados em unidades públicas de saúde do Estado e do município.  ” Hoje temos muito a comemorar e dá graças a Deus.  Alegria grande, imensa, imensurável ao ver nossos rondonienses voltando vivos para casa após terem sido transferidos para outros estados. Já são 115 pessoas que retornaram curadas para seus familiares. Logística grande, tudo muito cansativo e estressante, mas no fim vimos que valeu a pena, que estamos com a alma aliviada com sensação de dever cumprido por termos salvado muitas vidas”. Comemora o secretário de Saúde Fernando Máximo.

A diretora-executiva da Sesau, Amanda Diniz, coordenadora da Missão Covid-19, contou que  conseguiu transferir, por meio dessa parceria, pacientes para os estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Paraná, e  Rio de Janeiro. “É uma luta diária, contra o tempo, seguindo a determinação do governador, coronel Marcos Rocha, para conseguir leitos para os nossos pacientes, tendo em vista que a nossa estrutura de saúde já está no limite da capacidade. A última transferência pela Missão Covid-19 foi há trinta dias”, salienta a diretora.