Conectado por

Cuiabá-MT

Cuiabá vai priorizar profissionais da linha de frente contra Covid


Compartilhe:

Publicado por

em

Cuiabá deve começar a vacinar a população contra a Covid-19 na manhã de quarta-feira (20), priorizando os profissionais da saúde que atuam em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), pronto-atendimentos e enfermarias exclusivas para a Covid-19.

A data já estava previamente marcada pelo Ministério da Saúde.

O anúncio foi feito pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na tarde desta segunda-feira (18), após o Governo do Estado anunciar a chegada, em Mato Grosso, das doses da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

De acordo com o prefeito, Cuiabá possui 190 mil pessoas que estão compreendidas na primeira fase dos grupos prioritários para serem imunizados.

Emanuel disse que ainda não foi informado de quantas doses a Capital receberá neste primeiro lote, mas que o Município tem a estrutura completa para atender a todos.

“Extraoficialmente, fomos informados que teríamos uma dosagem de mais ou menos 15 mil doses, o que significa 7,5 mil pessoas, porque são duas doses. Elas vão ficar aqui estocadas e as pessoas tomarão a segunda dose de 14 a 28 dias após a primeira”, disse.

“Ou seja, isso significa 4% do total que nos preparamos para atender no Grupo 1. É pouco, mas já é um primeiro passo”, completou.

Conforme Emanuel, foi montado um polo central de vacinação no Centro de Eventos do Pantanal, que funcionará diariamente das 7h às 22h, a partir de quarta-feira.

A vacinação, no local, exigirá um pré-cadastro e agendamento via site da Prefeitura. Além disso, é importante a atualização do cartão SUS via aplicativo Conecte SUS ou em uma unidade de saúde primária.

“Nesta primeira fase, por ter sido aquém ao que nos preparamos, faremos via agendamento. Na segunda fase, teremos polos regionais e, numa terceira fase, polos regionais e unidades de saúde”, disse.

De acordo com o prefeito, as estruturas e o planejamento estão prontos, mas os polos regionais e as unidades de saúde somente serão ativados nas próximas fases se o número de doses encaminhadas para Cuiabá ocorrer em volumes consideráveis.

“Estão montadas. Se houver 50 mil vacinas na próxima fase, por exemplo, ativaremos. Mas isso depende de quando o Governo Federal irá disponibilizar as doses da vacina”, afirmou.

“Se continuar no conta-gotas, com número de vacinas mais reduzido, continuaremos só na primeira fase, com a estrutura do polo central. Quem vai definir a velocidade e a dinâmica das fases e dos polos é exatamente o número de vacinas a serem distribuídas”, explicou o prefeito.

Coronavac em MT

Ao todo, Mato Grosso receberá 65,7 mil doses da vacina neste primeiro lote. Considerando as duas doses por pessoa, a estimativa é que 32,8 mil pessoas sejam imunizadas em todo o Estado neste primeiro momento.

Indígenas e profissionais da linha de frente do combate ao coronavírus receberão a maior parte das doses do primeiro lote da Coronavac.

Serão 14.350 indígenas e mais 14.350 profissionais da saúde em todos os 141 municípios, totalizando somente nestes dois grupos 28.700 pessoas.

Ainda nesta primeira fase, serão vacinadas 1.150 pessoas idosas institucionalizadas com 60 anos ou mais e 95 pessoas com deficiência institucionalizadas.

Midia News