Conectado por

Acre

Crime: medicamento do SUS é vendido em Cruzeiro do Sul

Publicado por

em

Um morador da Vila Santa Rosa, a 20 quilômetros de Cruzeiro do Sul, que não quer ser identificado, denunciou ao ac24horas que uma funcionária da unidade de saúde da localidade está vendendo medicamentos do SUS na mercearia dela. Nesta sexta-feira, 22, a mulher vendeu para ele uma cartela de paracetamol de 500 ml por R$ 7.

Continua após a publicidade

O remédio era para o filho do morador, que estava com dor de cabeça e febre. “Eu fui no Posto de Saúde com ele, mas como era depois do meio dia, já estava fechado. Aí fui em uma mercearia, que é da mulher que trabalha lá no posto e ela me vendeu. Isso é revoltante porque o governo manda esse remédio para ser de graça para o povo, e com certeza falta para quem precisa lá no posto”.

O presidente do Conselho Regional de Farmácia do Acre, João Vitor Italiano Brás, explica que é crime federal a venda de medicamento do Sistema Único de Saúde – SUS.

Cita também outras irregularidades: “não se pode vender medicamento sem prescrição médica, sem autorização dos órgãos competentes, no caso Vigilância Sanitária e Conselho de Farmácia. O local não tem farmacêutico nem alvará para esta atividade”.

O caso envolve roubo e/ou peculato caso haja a comprovação de que a funcionária desviou um bem público.

Como a unidade de saúde é da prefeitura de Cruzeiro do Sul, o prefeito Ilderlei Cordeiro, disse que vai investigar o caso. “Vou procurar saber se houve descaminho da nossa unidade de saúde. Apurar o caso”.

AC24HORAS