Conectado por

Direto de Brasília

CPI da Covid: o que esperar do depoimento de Marcellus Campêlo


Compartilhe:

Publicado por

em

CPI da Covid toma o depoimento hoje, às 9h, do ex-secretário de Saúde do Amazonas Marcellus Campêlo.

Durante a sessã, os senadores vão questionar o ex-secretário sobre o colapso no estado no início de 2021, com falta de leitos e de oxigênio, e quando o Ministério da Saúde foi alertado a respeito do caso. Campêlo também será questionado sobre a operação da Polícia Federal deflagrada há aproximadamente duas semanas, e que apura desvios de recursos do combate à pandemia. Ele foi preso na operação.

A base governista vai aproveitar o depoimento para tentar emplacar a tese de que não faltou dinheiro para a crise do Amazonas, e que a responsabilidade é toda da gestão estadual. Já o G7 – grupo de senadores independentes e de oposição – buscará na oitiva mais informações sobre os alertas dados ao ex-ministro Eduardo Pazuello sobre a crise em Manaus.

Leia as principais perguntas que serão feitas ao ex-secretário Marcellus Campêlo na CPI da Covid, segundo apurou O Antagonista:

– Em qual momento o governo federal foi alertado sobre a crise de oxigênio em Manaus?
– A secretária de trabalho Mayra Pinheiro foi alertada sobre o problema quando ela visitou Manaus na primeira semana do ano?
– Quando o ministro Eduardo Pazuello foi alertado sobre a crise de oxigênio em Manaus?
– Houve alguma tentativa de comunicação ao presidente Jair Bolsonaro sobre a crise?
– Integrantes do “Ministério da Saúde paralelo” atuaram na crise da falta de oxigênio em Manaus? Arthur Weintraub atuou nesse processo?
– Chegou para a Secretaria de Saúde do Amazonas algum tipo de recomendação por parte dos médicos Paulo Porto e Roberto Zeballos, apontados como integrantes do “Ministério da Saúde paralelo”, para o uso da cloroquina durante a crise?
– O que a Secretaria de Saúde do Amazonas fez com os recursos federais encaminhados pelo Ministério da Saúde?
– O governador Wilson Lima tinha algum tipo de gerência nos contratos da Secretaria de Saúde? O órgão sabia que havia adquirido respiradores de uma importadora de vinhos?

Oantagonista.com