Conectado por

Acre

Covid-19: Saúde do Acre aguarda envio de doses da Janssen para aplicar reforço em mais de 12 mil moradores


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

A Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) está sem estoque da vacina da Janssen contra a Covid-19. Com isso, a pasta aguarda o envio de doses do Ministério da Saúde (MS) para aplicar o reforço em mais de 12 mil moradores que tomaram a dose única. A dose de reforço deve ser aplicada de 2 a 6 meses após a primeira aplicação.

Porém, a Sesacre informou que não há previsão para a chegada de um novo lote do imunizante no estado acreano. O Programa Nacional de Imunização no Acre (PNI) afirmou que vai aguardar o envio das doses da Janssen para aplicar o reforço do mesmo laboratório em que tomou a dose única.

A saúde destacou que vai seguir a recomendação do governo federal e usar o imunizante da Johnson e Johnson no reforço.

“Até o momento não nos abasteceram ainda, estamos aguardando esse momento. Não terá outra conduta a não ser fazer a segunda dose com a Janssen”, explicou a coordenadora do PNI no Acre, Renata Quiles.

O Ministério da Saúde anunciou, no dia 16 de novembro, que as pessoas que foram imunizadas com a vacina da Janssen contra a Covid-19 irão receber a segunda dose. O intervalo entre as duas doses deve ser de, no mínimo, dois meses.

Posteriormente, no entanto, o Ministério da Saúde esclareceu em nota técnica, divulgada no último dia 25, que recomenda que as pessoas vacinadas com o imunizante da Janssen recebam uma dose de reforço de 2 a 6 meses após a primeira aplicação.

“O Ministério da Saúde recomenda a dose de reforço (segunda dose) às pessoas que tomaram o imunizante Janssen a ser feito de forma homóloga, ou seja, uma segunda aplicação com o mesmo imunizante Janssen no intervalo mínimo de 2 meses, podendo este intervalo ser de até seis meses, cuja estratégia pontual dependerá do cenário epidemiológico local e adjacências e condições específicas da população que recebera o imunizante da Janssen previamente”, aponta a nota da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19.

Casos de Covid e vacinação no Acre

O Acre registrou apenas dois novos casos de Covid-19 nesta sexta (3), de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). Assim, o número de infectados saiu de 88.223 para 88.225. Nenhuma morte foi registrada, então, o total de vítimas pela doença permanece em 1.849.

Em todo estado, há seis pacientes internados nos hospitais de referência, dos quais quatro estão com resultado positivo para a doença.

Há, em todo o Acre, 48 exames de RT-PCR à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Desde o início da pandemia, 86.136 pessoas receberam alta.

O Acre está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 9.843,8 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 206 já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 2%.

Dos 20 leitos disponíveis na rede SUS em todo o Acre, dois estão ocupados. Com isso, a taxa de ocupação dos leitos é de 10%. São 10 leitos em Rio Branco e 10 em Cruzeiro do Sul.

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre já recebeu 1.015.363 doses de vacinas e foram aplicadas 1.009.159 doses na população até esta sexta (3). Das doses, 563.351 pessoas tomaram a primeira dose, 414.027 a segunda, 12.146 a dose única e 15.897 a de reforço.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

G1.globo.com

Publicidade
CRÉDITO JÁ - EMPRÉSTIMOS
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento