Conectado por

Mundo

Covid-19 provocou perda irreversível na audição de paciente, dizem médicos

Publicado por

em

Cientistas do Reino Unido relataram primeiro caso de perda parcial permanente de audição provocada pela Covid-19 no país. O paciente é um homem de 45 anos que teve o quadro grave da doença. O caso foi divulgado na terça-feira (13/10), na revista científica BMJ Case Reports.

Continua após a publicidade

O paciente foi internado no 10º dia de sintomas da Covid-19 e, posteriormente, precisou ser intubado e transferido para uma unidade de terapia intensiva (UTI), onde passou 30 dias.

Durante a internação, ele desenvolveu êmbolos pulmonares bilaterais, pneumonia associada à ventilação mecânica, hipertensão pulmonar e anemia e precisou ser medicado com remdesivir e corticóides, evoluindo para a melhora do quadro.

No entanto, uma semana depois de sair da UTI, ele notou um zumbido no ouvido esquerdo, seguido de uma perda auditiva repentina. De acordo com os médicos, ele não tinha histórico de problemas na audição ou de patologias no ouvido.

Foram feitos exames nos canais auditivos, mas o paciente não tinha obstruções ou inflamações. Testes de audição mostraram que ele havia perdido parte do sentido no ouvido esquerdo.

Os médicos sugerem que os profissionais da saúde incluam a avaliação da audição dos pacientes da Covid-19 na UTI para tratar imediatamente casos assim. “Qualquer paciente que relate perda auditiva aguda deve ser encaminhado à otorrinolaringologia em caráter de emergência”, escreveram.

Metropoles