Conectado por

Amazonas

Covid-19: Manaus (AM) recebe quase meio milhão de EPI’s pelo Ministério da Defesa

Publicado por

em

A Força Aérea Brasileira (FAB) enviou mais de 450 mil equipamentos de proteção individual a Manaus (AM) no último sábado (2). A ação é uma das medidas de enfrentamento do Governo Federal ao novo coronavírus, que já tem no Amazonas o estado com maior incidência da Covid-19. O estado vem batendo recordes de infectados pelo coronavírus por dia em todo o Brasil, com quase sete mil pessoas infectadas.

Foram transportadas mais de 300 mil máscaras cirúrgicas, 17 mil máscaras N95, 130 mil pares de luvas, quatro mil óculos e 1.300 aventais, além de mais de mil litros de álcool em gel.

Em coletiva com o governo local, no último domingo (3), o ministro da Saúde, Nelson Teich, reiterou que a pandemia é um problema coletivo e que será preciso união para passar por esse momento.

“É uma situação única que o Brasil e o mundo estão vivendo. É uma doença que chega com uma capacidade enorme de sobrecarregar qualquer sistema de saúde, tanto que isso não é um problema só de Manaus, do Amazonas, é um problema no mundo. A gente tem certeza de que a única forma de ajudar de verdade a sociedade é trabalhando juntos, de forma planejada e estruturada.”

Nessa mesma ação, também foram transportados 45 cilindros de oxigênio, que foram levados ao Hospital do Exército, localizado no município de Tabatinga (AM).

O governador do Amazonas, Wilson Lima, confirmou que o recebimento dos equipamentos vai dar mais fôlego ao sistema de saúde e que a chegada de novos profissionais pelo programa do Governo Federal “O Brasil Conta Comigo” será um alívio para a população, sobretudo do interior do estado.

“A gente tem feito um planejamento para os próximos dias, para a chegada de profissionais que serão importantes para ampliar a capacidade de atendimento.”

O Ministério da Defesa ativou em março uma ação conjunta batizada de Operação Covid-19, que reuniu até agora 29 mil militares, mil viaturas, 102 embarcações e 34 aeronaves. A iniciativa é uma resposta à pandemia do novo coronavírus, que já fez mais de sete mil mortos no Brasil.

Para mais informações sobre a Covid-19, acesse coronavirus.saude.gov.br. Ministério da Saúde, Governo Federal. Pátria Amada, Brasil.

FONTE: defesa.gov.br