Conectado por

Mundo

Covid-19: Brasil tem o maior número de casos por dia. Veja ranking mundial

Publicado por

em

Com o maior número de novos casos de coronavírus no mundo, o Brasil passou a liderar o ranking das nações com mais registros de infectados pela doença, ultrapassando os Estados Unidos, que ocupavam a posição até então. Na quarta-feira (27/05), dia em que chegou ao 1º lugar, o país computou 20,6 mil testes positivos; EUA, 18,7 mil; Itália, 584; Espanha, 510; e China, 3.

Continua após a publicidade

A liderança deve ser mantida nas próximas semanas, tendo em vista que a tendência é de crescimento expressivo de novos casos. Já os Estados Unidos estão em trajetória de redução de registros diários de contaminados. Juntos, os dois países representam 39,1% dos 100,5 mil diagnosticados com Covid-19 no mundo inteiro.

As informações são da OurWorldInData, projeto de pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, cujo objetivo é divulgar números globais sobre diversos assuntos – entre os quais, o novo coronavírus. Neste levantamento, o site usou os estudos da Universidade John Hopkins, dos EUA, que foram compilados e analisados pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles.

Veja o ranking mundial com os casos registrados em 28 de maio:

Na China, território que identificou o primeiro paciente com Covid-19, a doença está controlada. Desde o dia 14 de fevereiro, quando o país computou 4,2 mil novos casos do vírus, medidas de lockdown foram decretadas em diversas regiões. A iniciativa surtiu efeitos consideráveis – a quantidade de registros diários de infectados reduziu a menos de 100 em 8 de março.

Em 2 de março, a Itália teve pela primeira vez mais diagnósticos positivos do que a China. Dessa data em diante, a nação europeia revezou com o Irã a liderança. Perdeu definitivamente o posto no dia 21 do mesmo mês, quando foi ultrapassada pelos Estados Unidos. A curva italiana, entretanto, só começou a se achatar pouco depois, a partir de 28/03.

Os Estados Unidos permaneceram na 1ª posição no ranking de novos registros de Covid-19 por dois meses. Em 27 de março, perderam o lugar para o Brasil, que sofre para implementar medidas efetivas de distanciamento social, com disputas entre governos federal e estaduais. Os EUA começaram a achatar a curva de crescimento em meados de maio.

O gráfico a seguir exibe a quantidade de novos infectados por dia em quatro países que, em algum momento, concentraram o maior número de casos diagnosticados. E mostra também a trajetória de alta e queda dos medidores de infecções diárias registradas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou semana passada que a América Latina é o novo epicentro da doença. A pandemia de Covid-19 começou na China e atingiu a Europa em seguida. A situação no Brasil ainda é grave. Por isso, os Estados Unidos, segundo país com mais infectados, vai restringir voos que saem do território brasileiro.

A queda do número de contaminados em países que já lideraram o ranking de casos diários se mostrou possível graças às medidas efetivas de confinamento social adotadas.

METROPOLES