Conectado por

Rondônia

Corpo de sargento que tirava a farda apenas para ir à igreja é enterrado sob honras militares, em RO


Compartilhe:

Publicado por

em

Foi enterrado nesta quinta-feira (19) o corpo do sargento aposentado Áureo Soares Leite, em Porto Velho. O militar tinha 78 anos e morreu na quarta-feira (18) em decorrência de um Acidente Vascular Celebral (AVC). Áureo ficou conhecido por tirar a farda apenas quando ia à igreja.

O sepultamento aconteceu sob honras militares no Cemitério dos Pioneiros, que fica dentro do 5° Batalhão de Engenharia de Construção (5°BEC). O local é considerado um cemitério histórico destinado aos pioneiros daquele batalhão.

Corpo de sargento que tirava a farda apenas para ir à igreja é enterrado em RO

Corpo de sargento que tirava a farda apenas para ir à igreja é enterrado em RO

Conforme familiares, o velório começou a ser feito na quarta-feira no 5º Batalhão de Engenharia de Construção. Centenas de pessoas passaram pelo local para dar o último adeus ao sargento aposentado.

O corpo foi velado com a farda do Exército Brasileiro. Duas bandeiras, uma do Brasil e outra do batalhão, foram colocados sobre o caixão.

Corpo foi velado no 5° BEC, em Porto Velho (Foto: Toni Francis/G1)

Corpo foi velado no 5° BEC, em Porto Velho (Foto: Toni Francis/G1)

Na manhã desta quinta-feira o padre José Filho, da Paróquia Perpétuo Socorro, conduziu uma missa no 5° BEC para seu Áureo. Além da família e amigos, dezenas de militares e moradores da cidade acompanharam a cerimônia regiliosa.

Depois da missa, as bandeiras colocadas sobre o caixão foram entregues à esposa do sargento aposentado como forma de homenagem. Áureo era casado com Dulce Silva Leite.

Bandeiras foram entregues à esposa do sargento aposentado (Foto: Toni Francis/G1)

Bandeiras foram entregues à esposa do sargento aposentado (Foto: Toni Francis/G1)

Trajetória

A carreira militar de Áureo começou em 1957 no estado de São Paulo. Em 1966 se mudou para Rondônia a fim de servir o 5º Batalhão de Engenharia e Construção (BEC), onde permaneceu até a aposentadoria.

Sargento Áureo tinha um mini museu em sua casa (Foto: Ivanete Damasceno/G1)

Sargento Áureo tinha um mini museu em sua casa (Foto: Ivanete Damasceno/G1)

Há mais de 15 anos ele exercia a função de Comandante da Limpeza e Jardinagem. Também trabalhava como orientador e incentivador dos soldados no Hospital de Guarnição do Exército.

Conhecido por entoar “Bandeira do Brasil eu te amo!” Áureo mesmo aposentado, continuava e servindo à Pátria.

Em 2012, Sargento Áureo contou ao G1 que considerava o uniforme quase como uma segunda pele. “A esposa não gosta que eu ande vestido sempre de militar, ela compra roupas pra eu andar vestido de civil. Mas por mim eu andava sempre assim, elegante”, disse ele na época.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *