Conectado por

Rondônia

Corpo de jovem que morreu em apresentação no Arraial Flor do Maracujá é velado em RO


Compartilhe:

Publicado por

em

O corpo de Rafael Santiago, de 22 anos, começou a ser velado na noite desta quinta-feira (1º), em Porto Velho. O jovem morreu durante uma apresentação de quadrilha na 38ª edição do Flor do Maracujá. Um exame pericial deve apontar a causa da morte.

O velório é aberto ao público e ocorre em uma funerária da Avenida Jorge Teixeira, na capital. Familiares não permitiram filmagens. O sepultamento está marcado para começar por volta das 9h de sexta-feira (2), no Cemitério Santo Antônio, também em Porto Velho.

A Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) confirmou que a programação do Arraial Flor do Maracujá seguirá sem alterações. Disse ainda que todos os grupos que irão se apresentar a partir de agora irão homenagear Rafael fazendo um minuto de silêncio antes das apresentações.

Conforme o secretário da Sejucel, Jobson Bandeira, à CBN Amazônia, o jovem participava da quadrilha junina Estrela do Norte e teve um mal súbito durante a apresentação da tradicional festa portovelhense.

O Corpo de Bombeiros disse que Rafael dançava normalmente, quando caiu ao solo, teve convulsão e uma parada cardiorrespiratória.

“No local existem quatro pontos de atendimento do Corpo de Bombeiros. Rapidamente ele foi atendido, imobilizado e transportado para a Policlínica Ana Adelaide. Ele teve uma parada cardíaca antes de sair dos portões do parque. Como não tinha muito trânsito, levou cerca de quatro minutos do parque para o Ana Adelaide”, informou o Corpo de Bombeiros.

Um exame pericial deve apontar a causa da morte do rapaz. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a tragédia.

Amigos lamentam a morte de Rafael Santiago.  — Foto: Reprodução/ Facebook

Amigos lamentam a morte de Rafael Santiago. — Foto: Reprodução/ Facebook

Quadrilha Rádio Farol lamenta a morte de Rafael Santiago.  — Foto: Reprodução/ Facebook

Quadrilha Rádio Farol lamenta a morte de Rafael Santiago. — Foto: Reprodução/ Facebook