Conectado por
Governo de Rondônia

Festas & Eventos

Coral da UFMT pede ajuda para ir ao Panamá participar de encontro internacional de coros

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O Coral da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) precisa de ajuda para participar do 30º Encontro Internacional de Coros Cantapueblo – A Festa Coral da América. O evento acontece em outubro na cidade do Panamá, e, para conseguir ir até lá, os integrantes realizam uma vaquinha virtual.

O festival já reuniu em sua história mais de 1500 grupos corais de países como Eslovênia, Polônia, Brasil, Paraguai, México, Venezuela, Equador, Chile e Argentina.

De acordo com a assessoria, o Coral precisa de ajuda para custear as despesas com passagens, hospedagem, alimentação e traslado que os alunos terão durante a viagem. A meta é alcançar R$ 35 mil em doação.

Além da vaquinha, empresas e instituições também podem ajudar e, em contrapartida, o Coral UFMT oferecerá divulgação da marca em materiais publicitários, ingressos para espetáculos, distribuição de materiais gráficos da empresa em eventos, apresentações dos grupos integrantes do Núcleo (Coral UFMT, Coral Infantojuvenil e Coral da 3ª Idade), conforme a cota escolhida.

“Será a porta de saída ideal para levar ao conhecimento de estrangeiros os produtos artísticos de Mato Grosso, cantados pelo Coral UFMT, refletindo na promoção da imagem da UFMT, da cidade de Cuiabá, do Estado de Mato Grosso e também do Brasil perante a comunidade internacional”, destaca a maestrina, Dorit Kolling.

Criado há 38 anos, o coral da UFMT realiza um trabalho musical voltado aos estudantes de diversos cursos da universidade, professores, servidores e comunidade em geral. O grupo tem em seu repertório músicas que abrangem os diversos tipos como erudita, popular, folclórica, sacra e regional, além de peças sinfônicas.

Os integrantes já realizaram concertos no Uruguai, no Paraguai e na Argentina. No Brasil, foram centenas de apresentações por Mato Grosso e outros estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraíba, Sergipe, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Goiás, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Em seu currículo, destaca-se a participação na primeira ópera produzida no Estado (“A Flauta Mágica”, de Wolfgang Amadeus Mozart), juntamente com a Orquestra Sinfônica da UFMT, em 2006. No ano seguinte, realizou a cantata profana “Carmina Burana”, de Carl Orff.

Também foram históricos os shows “Quadros de uma Exposição Brasileira”, “Brasil, Música Armada”, “Os Festivais”, “Alguém Cantando” e “Coral UFMT Canta Chico”.

O grupo está sob a supervisão de Naíse Santana, e tem como preparador vocal André Vilani. Já teve como regentes o maestro Peter Ens e Vilson Gavaldão de Oliveira está, desde agosto de 1989, sob direção artística e regência da maestrina Dorit Kolling.

Apoio

Para apoiar ou patrocinar a viagem, os interessados podem entrar em contato com o Núcleo Coral UFMT pelo telefone (65) 3615-8307 / e-mail: [email protected]

E para participar da Vaquinha.com, basta acessar AQUI.