Conectado por

Religião

Coragem para testemunhar


Compartilhe:

Publicado por

em

Uns foram torturados… e outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões. Por isso também Deus não se envergonha deles.(Hebreus 11:35-36, 16).

A russa Tatiana Goritschewa, que foi expulsa da antiga União Soviética, escreveu em um de seus livros sobre uma entrevista que teve com um crente o qual, muitas vezes, havia estado encarcerado devido a sua fé. Certo dia, um agente da polícia secreta perguntou a essa valente testemunha: – Com que direito falas de Deus, sem ter nenhuma autorização oficial? Mostre-me um comprovante. Então o cristão abriu o Evangelho de Mateus e leu: “Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca” (12:34). E acrescentou: – isso justifica o ato do meu testemunho.

Amigos cristãos, em muitos países não temos que passar pela perseguição física nem pelo encarceramento por sermos cristãos. Mas podemos enfrentar zombarias, desprezo e, às vezes, a rejeição. Que isso não nos desanime nem remova de nós o desejo de falar de nossa esperança. Estejamos sempre preparados para responder com “mansidão e temor” (1 Pedro 3:15) a todos que nos perguntem sobre nossa fé. Essa doçura está ligada a humildade e ao respeito que devemos a nosso interlocutor; e a reverência, quer dizer, o temor, requerido por Deus que nos conduz a falar dEle de forma conveniente.

Se desejamos falar do Senhor Jesus e do que fez por nós, Deus nos dará a ocasião e a força para fazê-lo. Geralmente, tememos a reação de nossos interlocutores, mesmo sabendo que eles têm sede de Deus. Vamos conduzi-los até a fonte.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento