Conectado por

Amazonas

Consultoria ‘Giuliani’ está em Manaus para diagnóstico de combate ao tráfico nas fronteiras


Compartilhe:

Publicado por

em

Uma equipe com representantes da empresa americana Giuliani Security & Safety (GSS), contratada para prestar consultoria à segurança do Amazonas, está em Manaus e se reúne, a partir desta segunda-feira (26), com a cúpula de segurança do Estado. O encontro dá início à terceira fase dos diagnósticos que fazem parte do cronograma de implementação do Programa GuardiAM 24 Horas.

Esta terceira fase compreende na realização de levantamentos relacionados às ações e operações dos órgãos responsáveis pelas fronteiras do estado.

Os integrantes da empresa de consultoria GSS participarão de palestras que serão realizadas por representantes do eixo de Fronteiras e Divisas do GuardiAM 24 Horas e por especialistas na área de Segurança Pública, nesta segunda-feira (26), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Petrópolis, Zona sul de Manaus.

As palestras têm como principal objetivo mostrar a realidade das divisas do Amazonas, além de apresentar aos consultores as causas da criminalidade nas fronteiras, além de instruir as forças de Segurança do GuardiAM 24 Horas sobre métodos para diminuir índices de infrações.

O secretário de Estado extraordinário, coronel da Polícia Militar Walter Cruz, responsável pelo Programa, afirmou que o deslocamento da equipe de consultoria aos municípios da fronteira do Amazonas vai oportunizar mais efetividade no levantamento de dados para a criação de novos projetos para as divisas do Estado.

“A visita da equipe da GSS será essencial para que, na última fase do GuardiAM 24 Horas, possamos finalizar os diagnósticos e concluir os projetos até o dia 30 de dezembro” concluiu Cruz.

A visita da equipe de consultores internacionais a São Gabriel da Cachoeira, Tefé e Tabatinga ocorre no período de 27 a 29 de novembro. O levantamento é realizado após a execução das primeiras fases dos diagnósticos da consultoria nos eixos de Segurança e Penitenciário. No Amazonas, os membros do GuardiAM 24 Horas também fizeram a prospecção dos dados com base em análises da GSS.

Coordenadores do Programa GuardiAM se reuniram com os consultores — Foto: Divulgação

Coordenadores do Programa GuardiAM se reuniram com os consultores — Foto: Divulgação

Contratação milinoária

Em abril deste ano, o Governo do Amazonas firmou protocolo de intenções com a Giuliani Security & Safety para colaborar em ações que reduzam a criminalidade no estado. O governo do Amazonas oficializou no dia 4 de maio a contratação para prestar serviços de consultoria e assessoria de segurança para um diagnóstico, identificando medidas para que torne mais eficiente a repressão a criminalidade no estado.

A consultoria custará R$ 5.648.987,50. O pagamento do valor foi acordado em três parcelas em dólar e está sujeito em cotação do dia da moeda norte americana. A primeira parcela estava estimada em R$ 1.651.000,00, mas no dia 18 de maio o governo do Amazonas repassou o pagamento de R$ 1.760.000,00. A segunda parcela de 560 mil dólares deve ser paga nos próximos dias após apresentação da primeira atividade da consultoria.

O contrato foi assinado com dispensa de licitação e tem vigência de um ano. O procedimento levou o Ministério Público do Amazonas instaurar inquérito civil para apurar possíveis irregularidades.

A primeira fase da consultoria de segurança milionária feita pela empresa do ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani foi concluída no Amazonas em junho. Na ocasião, o governador Amazonino Mendes rebateu as suspeitas de irregularidades sobre contratação da empresa de consultoria. Integrantes da força de segurança pública do estado também critiraram a consultoria por supostamente indicar ações óbvias.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento