Conectado por

Acre

Conselho pede que assistentes sociais sejam vacinados contra Covid-19 em Rio Branco


Compartilhe:

Publicado por

em

O Conselho Municipal de Assistência Social publicou uma recomendação à Prefeitura de Rio Branco para a inclusão, em caráter de urgência, da categoria no grupo prioritário para imunização contra Covid-19. A resolução foi publicada na edição desta segunda-feira (19) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Conforme o documento, o conselho pede que seja considerado que o atual momento de emergência sanitária e a calamidade pública impõe a intensificação dos trabalhos desses profissionais na proteção social aos indivíduos e famílias que vivem situações de vulnerabilidade e risco social.

A resolução traz ainda que esses trabalhadores são reconhecidos como profissionais essenciais ao controle da pandemia, uma vez que são responsáveis pela oferta dos serviços, programas, projetos e benefícios do Sistema Único de Assistência Social. Com isso, acabam ficando sujeitos à contaminação pelo coronavírus.

São considerados profissionais de Assistência Social, os trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social, que exercem funções em locais públicos ou privados.

Ainda no texto, o conselho pede que a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), articule com órgão gestor da Política Municipal de Saúde e de imunização para que faça a inclusão desses profissionais no grupo dos profissionais da área de saúde. O G1 não conseguiu contato com a secretária de Assistência Social, Marfisa Galvão.

Já o secretário de Saúde de Rio Branco, Frank Lima, afirmou que a inclusão ou exclusão de grupos prioritários no processo de vacina é somente com o Ministério da Saúde.

“Nesse momento, possibilidade zero. Porque quem coordena o plano nacional de imunização é o Ministério da Saúde, então só quem pode incluir ou excluir é o Ministério da Saúde. Um exemplo foi a questão das forças de Segurança, que chegou a ser liberado pelo Ministério, mas a Justiça Federal suspendeu temporariamente até discutir”, disse o secretário.

Vacinação em Rio Branco

A Prefeitura de Rio Branco continua nesta segunda-feira (19) com a vacinação de idosos com 60 anos ou mais para aplicação da primeira dose do imunizante e também para quem já tomou a primeira dose e deve receber a 2ª, conforme data descrita na carteira de vacinação.

A vacinação ocorre no drive-thru e em cinco unidades de saúde até às 17h. Para receber o imunizante é preciso levar a carteira de vacinação, que vai comprovar que o idoso ou profissional de saúde já recebeu a primeira dose. Confira os locais de vacinação:

Drive thru

  • Pátio do antigo Detran, na Avenida Nações Unidas/ Em frente ao 7º BEC.

Unidades de saúde

  • Unidade de Referência de Atenção Primária Roney Meireles (Urap) – Conjunto Adalberto Sena;
  • Unidade de Referência da Atenção Primária (Urap) Augusto Hidalgo de Lima – no bairro Palheral;
  • Unidade de Referência da Atenção Primária (Urap) Eduardo Asmar, no Quinze;
  • Unidade de Referência da Atenção Primária (Urap) Cláudia Vitorino – no bairro Taquari;
  • Unidade de Referência da Atenção Primária (Urap) Vila Ivonete – na Rua Antônio da Rocha Viana.

Pandemia e vacinação no Acre

De acordo com informações do PNI, o Acre recebeu 190.190 vacinas contra a Covid-19, um total de 123.390 na primeira dose e 66.800 da segunda. Conforme o portal de transparência do governo, já foram aplicadas 105.572 até esta segunda, sendo 83.807 da primeira dose e 21.765.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações

O número de pessoas com Covid-19 na fila de espera por um leito de UTI continua alto nesse domingo(18). O boletim de assistência que acompanha os leitos no estado mostra que há 14 pacientes aguardando uma vaga, uma pessoa a menos que no sábado (17), quando 15 infectados pela doença esperavam por um leito. Além disso, o boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) mais 13 mortes pela doença e 71 casos novos, fazendo o número de infectados sair de 75.334 para 75.405.

Dos 106 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados no estado, 100 estão ocupados. A taxa de ocupação total está em 95%. Os leitos de UTI estão concentrados na capital, com 80 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 26.

G1.globo.com