Conectado por

Amazonas

Concursos AM: FGV é escolhida para editais da Segurança


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

A Fundação Getulio Vargas (FGV) venceu a licitação para organizar os próximos concursos AM 2021. O resultado foi publicado na última quinta-feira, 11, no Portal de Compras do Estado.

Agora, a escolha da banca precisa ser homologada e oficializada, por meio de publicação no Diário Oficial do Amazonas. Após essa etapa, o contrato entre as partes deverá ser assinado e publicado.

Somente com a assinatura do contrato, o edital poderá ser divulgado. Vale lembrar que os concursos AM estão previstos para este mês de novembro. Ao todo, são esperadas 2.500 vagas para a área de Segurança Pública do Amazonas.

Essas oportunidades serão distribuídas pelos seguintes órgãos públicos:

  • PM AM – 1 mil vagas para aluno soldado e 350 vagas para aluno oficial;
  • Bombeiros AM –  400 vagas para aluno soldado e 53 para aluno oficial;
  • PC AM – 62 vagas para delegado, 62 vagas para escrivão, 200 vagas para investigador e 38 vagas para perito;
  • Detran AM – 150 vagas para nível superior e 60 vagas para nível médio;
  • Secretaria de Segurança Pública (SSP AM) – 140 vagas para assistente operacional e outras dez vagas para técnico de nível superior;

Entre o lançamento do edital e a realização das primeiras provas, haverá um prazo de, pelo menos 60 dias. Desta forma, as avaliações devem ocorrer já no início de 2022.

LDO 2022 garante concursos AM 

Diversas emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022 foram aprovadas, em julho, pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Entre elas estão as que garantem a realização dos concursos PM AM, Bombeiros AM e PC AM.

Por unanimidade, os deputados aprovaram sete emendas de autoria do presidente do Poder Legislativo, deputado Roberto Cidade. Entre elas o destaque foi para a que autoriza o concurso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

“A Polícia Militar não faz Concurso Público há dez anos. Muitas cidades do interior, infelizmente, não têm policiamento suficiente para suprir a demanda da população. Da mesma maneira, o Corpo de Bombeiros não realiza concurso público desde 2010”, disse o presidente da Aleam.

As emendas do deputado estadual Felipe Souza também foram aprovadas, mas com foco na realização do concurso público da Polícia Civil do Amazonas.

O deputado estadual Delegado Péricles também teve três emendas aprovadas, assegurando a realização dos concursos PM, Bombeiros e do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).

“Não há outro beneficiado maior do que a população com a realização desses concursos. São instituições que estão há mais de dez anos sem fortalecimento e renovação do seu efetivo e precisam de sobrevida. Além do Ipaam, que lida com essa falta de pessoal, as Forças de Segurança seguem cada vez mais suscetíveis aos danos causados pela ausência total de investimentos, de pessoal, de inteligência” disse o deputado.

Concurso PM AM terá mudanças nas regras de ingresso 

Os interessados no próximo concurso PM AM devem ficar atentos às mudanças nas regras de ingresso na corporação. Neste semana, o governador do Amazonas, Wilson Lima, sancionou a lei que traz essas alterações.

Como adiantado, a principal mudança diz respeito à idade máxima para ingresso na corporação. Agora, os candidatos, tanto praças quanto oficiais, deverão apresentar até 35 anos, no momento da inscrição.

Os praças que já fazem parte da corporação não precisarão comprovar o limite de idade para concorrer ao cargo de oficial.

Vale lembrar que, além da idade, a PM AM exige carteira de habilitação na categoria B e altura mínima de 1,60m, para homens, e 1,55 m, para mulheres.

No próximo edital, as vagas de soldado serão destinadas aos candidatos com nível médio e, as de oficial, aos que tenham o nível superior. No entanto, a partir de 2023, haverá mudanças.

Os oficiais precisarão comprovar o bacharel em Direito, enquanto os soldados terão que apresentar o nível superior em qualquer área. Esta regra valerá apenas para os concursos a partir de 2023.

Ao todo, a PM AM oferecerá 1.350 vagas, sendo mil para o cargo de aluno soldado, de nível médio, e 350 para o posto de aluno oficial, de nível superior. Neste último caso, 320 serão para oficiais e 20 para o oficial de saúde.

Os aprovados terão remunerações de R$4.831,43 (soldado) e R$12.468,18 (oficial).

Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, avaliação médica, odontológica e toxicológica, exame físico, investigação social, exame psicotécnico e entrega de documentos.

Apenas o oficial de saúde terá mais uma etapa, sendo ela o exame de títulos. As provas da PM AM ocorrerão nas cidades de Coari, Humaitá, Itacoatiara, Manacapuru, Manaus, Parintins, Tabatinga e Tefé, no Amazonas.

Folha Dirigida

Publicidade
CRÉDITO JÁ - EMPRÉSTIMOS
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento