Conectado por

Concursos

Concurso PRF: Autorização sairá em breve


Compartilhe:

Publicado por

em

Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) solicitou o aumento no quantitativo de vagas previstas para o concurso a ser promovido pela Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF). A demanda foi apresentada pelo presidente da FenaPRF em reunião realizada no Ministério do Planejamento na última semana.

A solicitação ocorreu pois, de concacordo com a federação, o quantitativo de vagas autorizadas não será suficiente para o preenchimento de vacâncias previsto para os próximos anos. O déficit existente é alto, devendo agravar-se com a aposentadoria de quase 2 mil servidores, cerca de metade do quadro atual da PRF.

Segundo o diretor-geral da corporação, Renato Dias, o ideal seriam 3 mil vagas, ainda que o provimento fosse escalonado durante a validade do certame.

A priori, o Planejamento rejeitou o aumento de oportunidades por questões orçamentárias, mas as 500 vagas previstas estão mantidas e a portaria autorizativa deve ser publicada em breve.

A boa notícia é que o orçamento para as convocações contempla 2019 e demais anos em que a seleção estiver válidade. Podendo haver mais convocações além das ofertadas inicialmente.

Para convocação de 3 mil aprovados, a Polícia Rodoviária Federal precisa da aprovação por despachos presidenciais, sendo necessário o adicional de 50% das vagas autorizadas (250 policiais), enquanto as demais seriam liberadas por autorização formal do presidente da República.

Concurso PRF é aguardado ansiosamente

A Polícia Rodoviária Federal também aguarda muito a seleção para policiais (Concurso PRF). Foi isso o que a PRF disse na sua página no Facebook. Ao publicar um vídeo, entitulado como “De quem é essa cadeira?”, a corporação informou: “Sim, também estamos ansiosos pelo novo concurso” (veja o vídeo abaixo).

De acordo com o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Dias, os policiais em exercício já estão atuando no seu limite, o que evidencia a importância de uma nova seleção. De acordo com o representante da PRF, o anúncio do novo concurso é uma excelente notícia para a corporação.

Segundo ele, apesar dos excelentes resultados, os profissionais estão cada vez mais sobrecarregados. “Ainda estamos em tratativas com o Ministério do Planejamento para recomposição total de nosso efetivo e também a ampliação do nosso quadro, de maneira que cheguemos mais perto do número ideal de policiais apontado pelo Tribunal de Contas da União”, disse o diretor-geral da PRF.

Ministro garantiu autorização do concurso PRF

Em evento realizado no dia 23 de março, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que o edital PRF para contratação de novos policiais rodoviários federais sairá até o fim do ano. O anúncio foi feito em inauguração de uma nova unidade operacional da PRF em Casvavel, no Paraná.

O pedido para realização do concurso PRF deve ter sua autorização publicada já nas próximas semanas. Segundo o setor de comunicação da PRF, é aguardado apenas o aval oficial para início da escolha da banca organizadora.

Segundo declarou o diretor-geral da entidade, Renato Dias, o edital do concurso PRF deverá ser lançado até o fim deste semestre. O certame ganhou força no dia 28 de fevereiro de 2018, quando o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que está autorizado o ingresso de 500 novos policias rodoviários federais.

Renato Dias falou também do desejo de recomposição total do quadro da PRF e voltou a destacar a necessidade de concurso para servidores administrativos.

Em entrevista coletiva, Jungmann afirmou que, entre suas primeiras ações à frente da pasta da Segurança, acionou o Ministério do Planejamento para buscar garantias para a realização do trabalho. “Entramos em contato com o Ministério do Planejamento e ficou definido que teremos zero contingenciamento dos recursos do ministério de Segurança Pública neste ano”, disse o ministro.

Urgência Concurso PRF: 373 policiais se aposentaram

Os dados são alarmantes e servem para confirmar a urgência do concurso PRF 2018. Segundo o Painel Estatístico de Pessoal do Ministério do Planejamento, 373 servidores da Polícia Rodoviária Federal se aposentaram em 2017, sem que as reposições necessárias fossem feitas.

Pior do que isso são as previsões de novas saídas. Segundo a corporação, mais 3.227 profissionais poderão se aposentar este ano.

Em 2017, a PRF fechou o ano com mais aposentadorias na Região Sul. Foram, segundo o Planejamento, 100 saídas, o equivalente a 26,38% das aposentadorias em todo o país. Logo depois aparece o Sudeste, com 99 saídas (26,12%). 

No Norte no país, 21 servidores se aposentaram, o equivalente a 5,54%. No Nordeste foram 97 (25,59%) e no Centro-Oeste 62 (16,35%). Para piorar a situação, hoje, além das aposentadorias, o déficit é de mais de 2 mil profissionais.

Aposentadorias faz com que concurso PRF seja realizado com urgência

Aposentadorias faz com que concurso PRF seja realizado com urgência

Concurso PRF: Colapso também é alerta do diretor-geral

A Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF) poderá entrar em colapso, já no próximo ano, caso o governo federal não autorize a realização de novo concurso público. O alerta é do diretor-geral da própria PRF, Renato Antônio Borges Dias.

A insuficiência de efetivo é o grande gargalo das ações operacionais da PRF em todo o Brasil. Atualmente, o seu deficit de pessoal está na casa de 2.800 policiais e, se não for realizado um concurso PRF imediatamente, esse número poderá passar de 4.800 até o fim de 2018. 

A perda, considerada significativa, se dará em decorrência das aposentadorias projetadas para o próximo ano, em torno de 2.053.

Segundo o diretor, além dos prejuízos às suas atividades operacionais, a PRF será obrigada a fechar 124 postos no País. Havendo essas desativações, pelo menos 400 municípios serão prejudicados pela suspensão de policiamento em 18 mil quilômetros de rodovias.

Em julho, algumas  atividades administrativas e operacionais da corporação foram suspensas em razão da falta de pessoal. 

Pedido de concurso PRF

De acordo com informações da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), o pedido do concurso PRF foi feito no fim do mês de julho é para oferta inicial de 2.778 vagas para a carreira de policial rodoviário federal. O pedido é analisado no Ministério do Planejamento (MPDG).

A pretensão da PRF é que ocorra, ainda em 2018, a formação de quatro novas turmas com 800 novos policiais. Na solicitação, o DPRF argumenta que vários servidores se aposentaram nos últimos quatro anos, deixando uma lacuna de quase 3 mil vagas em aberto, o que prejudica a segurança das rodovias.

No mesmo memorando encaminhado ao Planejamento, o Departamento sugeriu que seja autorizada um concurso PRF sempre que o número de vagas exceder a 5% dos respectivos cargos, ou, com menor número, de acordo com a necessidade e critério do Ministério da Justiça. Tal efeito tornaria o processo ainda mais célere e menos burocrático.

A FenaPRF já apresentou estudos que colocam como ideal o efetivo de 15.605 PRFs nas ruas. Atualmente, o efetivo é de 10.320 policiais, bem abaixo do efetivo legal, de 13.098.

Concurso PRF: sobre a Polícia Rodoviária Federal

A PRF é um órgão do Ministério da Justiça e faz parte do Poder Executivo Federal. Apesar de ser uma polícia ostensiva, uniformizada, não é militarizada, ou seja, não submete-se à hierarquia militar.

Sua principal atribuição é realizar a fiscalização e o policiamento ostensivo das rodovias federais, mais conhecidas como BRs.

O concurso PRF já foi encaminhado ao Ministério do Planejamento e, mesmo com a troca de comando no ministério ao qual a Polícia Rodoviária Federal é vinculada, seu prosseguindo está garantido. O aviso 630/2017 foi protocolado ao Planejamento e a autorização do concurso depende da análise da pasta e das negociações políticas por parte da administração da Polícia em questão, que reconhece a necessidade de novos servidores.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *