Conectado por

Concursos

Concurso PF: novo cronograma confirma provas dia 23 de maio


Compartilhe:

Publicado por

em

A Polícia Federal divulgou, nesta sexta-feira, 14, por meio do Diário Oficial da União, o novo cronograma do concurso PF. Conforme o documento, as provas objetiva e discursiva estão confirmadas para o dia 23 de maio.

Os locais de prova serão divulgados a partir do próximo dia 18, por meio do site do Cebraspe . Os exames, exceto para o cargo de delegado de polícia Federal, terão duração de quatro horas e meia e serão aplicadas a partir das 14h.

Já o delegado realizará a prova objetiva, com duração de três horas e meia, na parte da manhã, às 8h. O exame discursivo terá a duração de cinco horas e será aplicado no período da tarde, a partir das 15h.

Confira abaixo as principais datas do concurso PF

  • Aplicação das provas objetiva e discursivas – 23/05/2021;
  • Divulgação dos gabaritos preliminares da prova objetiva e do padrão preliminar de respostas das discursivas – 25/05/2021, a partir das 19h;
  • Prazo para recursos – 26 e 27/05/2021;
  • Resultado final da prova objetiva e provisório da discursiva – 11/06/2021;
  • Resultado final das provas discursivas e convocação para o Teste de Aptidão Física (TAF) – 29/06/2021;
  • Aplicação do TAF – 3 e 4/07/2021;
  • Resultado final do TAF e convocação para o preenchimento da FIC e para a avaliação médica – 23/07/2021;
  • Realização da avaliação médica (presencial) – 7 e 8/8/2021;
  • Aplicação da prova oral (delegado) – 23 e 24/10/2021;
  • Aplicação da prova prática de digitação (escrivão) – 24/10/2021;
  • Resultado final da primeira etapa do concurso e convocação para a matrícula no curso de formação – 21/12/2021.

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Polícia Federal
  • Cargos: agente, escrivão, papiloscopista e delegado de polícia
  • Vagas: 1.500
  • Requisitos: nível superior
  • Remuneração: entre R$12.980,50 e R$24.150,74
  • Banca: Cebraspe
  • Provas: 23 de maio

Como serão as provas da PF?

Os exames do concurso PF serão aplicados nas 26 capitais,  além do Distrito Federal, podendo ter novos locais de acordo com a demanda de inscritos.

A Polícia Federal e o Cebraspe realizarão um esquema especializado para a aplicação desses exames devido à pandemia do novo Coronavírus.

Essa primeira fase terá caráter eliminatório e classificatório. Todos os cargos terão provas aplicadas no mesmo dia e horário.

A prova objetiva será composta por 120 questões, contendo disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos, que variam de acordo com cada cargo.

O que será cobrado nas provas do concurso PF?

Prova objetiva do agente

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico;

Bloco II, com 36 questões: Informática;

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral.

Prova objetiva do escrivão

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico;

Bloco II, com 36 questões: Informática;

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral e Arquivologia.

Prova objetiva do papiloscopista

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico;

Bloco II, com 36 questões: Informática;

Bloco III, com 24 questões: Biologia, Física e Química.

Será aprovado na objetiva do agente, escrivão e papiloscopista o candidato que obtiver, pelo menos, 48 pontos, além de, no mínimo, seis pontos no bloco I, três no bloco II e dois no bloco III.

Para o delegado serão 120 questões objetivas de Direito Administrativo Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário, Direito Financeiro e Tributário.

Concurso PF oferece 1.500 vagas

Ao todo, o concurso PF oferece 1.500 vagas. Todas as chances são em cargos de nível superior. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade.

Os profissionais terão uma jornada de trabalho de 40 horas. Confira abaixo a distribuição de vagas por cargo:

  • agente de polícia  – 893 vagas;
  • escrivão de polícia  – 400 vagas;
  • papiloscopista policial federal  – 84 vagas; e
  • delegado de polícia  – 123 vagas.

As vagas são para todo o país, mas sem distribuição por regiões. A Polícia Federal convocará de acordo com sua necessidade. Neste caso, a Região Norte e as faixas de fronteira reúnem mais vagas disponíveis.

Quais os requisitos para participar do concurso?

Carreira Requisitos Remuneração 
Agente Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Escrivão Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Papiloscopista Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Delegado Nível superior em Direito, experiência de três anos + CNH R$24.150,74

Folha Dirigida