Conectado por
Governo de Rondônia

Amazonas

Concurso com prêmio de R$ 10 mil escolhe nome e identidade visual para sauim de coleira, mascote de Manaus

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Um concurso foi lançado nesta terça-feira (5) para escolha do nome e da identidade visual do sauim-de-Manaus, que, desde 2005, é mascote da capital amazonense. O prêmio para o ganhador será de R$ 10 mil. O concurso incentiva ações voltadas à educação ambiental e à conscientização quanto a necessidade de preservação do sauim-de-Manaus.

Poderão participar do concurso pessoas físicas ou jurídicas. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). O edital com todas as regras do concurso estará à disposição dos interessados no site do órgão a partir desta quarta-feira (6).

O projeto ganhador, com o nome e a identidade visual do sauim-de-Manaus, será utilizado em variadas peças e meios de comunicação, tais como papelaria, peças impressas em geral, “outdoors”, “banners”, páginas na internet, cartazes, revistas e vídeos, com a finalidade de disseminar o tema da preservação do sauim-de-coleira junto à sociedade, dando início a uma grande mobilização em favor do animal.

Área de Proteção Ambiental

Manaus ganhou nesta terça, Dia Mundial do Meio Ambiente, uma nova Área de Proteção Ambiental (APA), dedicada a estabelecer um corredor ecológico para a preservação do sauim-de-coleira, ou sauim-de-Manaus, único calitriquídeo (macacos de pequeno porte) da região, cuja distribuição se estende a leste, chegando até a cidade de Itacoatiara, e a aproximadamente 40 quilômetros ao norte de Manaus.

O decreto criando a nova APA Sauim-de-Manaus foi assinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, em solenidade realizada no anfiteatro do Parque Municipal do Mindu, bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul, no início da tarde de hoje.

Com a medida, aumenta para aproximadamente 10 milhões de metros quadrados a área de proteção ambiental da cidade, com um mosaico de áreas protegidas que incluem o Parque Municipal do Mindu, o Corredor Ecológico Urbano do Igarapé do Mindu, o Parque Estadual Sumaúma e a Reserva Adolpho Ducke, tendo como delimitação os igarapés do Geladinho e Goiabinha, e suas respectivas margens (Áreas de Preservação Permanente), além de áreas verdes de loteamentos habitacionais como Cidade Nova, Loteamento Nascentes das Águas Claras, Parque das Garças, Renato Souza Pinto I e II, Ribeiro Júnior, Vila da Barra, Galileia, Nova Cidade, Vila Real, Riacho Doce II e III, Francisca Mendes I e II e Jardim Canarana.

Para o prefeito, a criação da unidade tem importância fundamental para a manutenção da biodiversidade local e vai possibilitar a interligação entre dois importantes fragmentos urbanos: o Parque Municipal do Mindu, na zona Centro-Sul, e a Reserva Adolpho Ducke, na zona Norte.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *