Conectado por

Saúde

Comeu chocolates demais na Páscoa? Veja o que fazer no pós ‘pé na jaca’


Compartilhe:

Publicado por

em

A Páscoa chegou e quem nunca deu aquela “jacada monstra”, que atire o primeiro ovo de Páscoa, se é que sobrou algum. Mas nem tudo está perdido. A palavra de ordem não é se privar de momentos que não tem haver somente com comer um chocolate, especialmente na Páscoa, que está repleta de significados, sejam religiosos ou não.
Para ajudar aqueles que estão arrependidos por ter extrapolado na Páscoa, a atleta fitness e personal chef Patrícia Mello pondera que tudo é uma questão de hábitos: “sem duvida manter uma rotina de atividade física regular é imprescindível para obter resultados diante do espelho, e logicamente isso passa pela cozinha, principalmente depois de uma “jacada”. Não existe exercício fisico capaz de transformar você da noite para o dia sem regularidade, e sem alicerces de uma alimentação adequada para seu biotipo, objetivo, estilo de vida, etc”.
Segundo Patrícia, não adianta se martirizar e sim correr atrás do prejuízo com atitudes: “O importante é que você comeu seus chocolates, matou a vontade, confraternizou, em outras palavras, você nutriu sua alma, agora livre-se da culpa e vamos correr atrás do prejuízo”, comenta.
Para ajudar você a ficar em forma no ‘pós páscoa’, Patrícia Mello traz algumas dicas para voltar ao eixo e conquistar boa forma e saúde:
1. Iniciante: se você está neste grupo, você ainda está na fase de adaptação, aprendendo a executar os movimentos de forma correta. Minha sugestão é turbinar esta semana pós Páscoa com um Programa de Treinamento Funcional, com a orientação de um profissional de educação física.
2. Intermediário:  para você que ja passou da fase de adaptação, é frequentador regular com pelo menos 4 dias de atividade física na semana, a sugestão é aumentar a intensidade e isso vai depender do tipo treinamento que você esta fazendo hoje, Por exemplo:
Se você faz Treinamento Resistido com Pesos, nesta semana você poderia adicionar o Treinamento Aeróbio pós treino com intensidade moderada.
Se você é amante do Treinamento Aeróbio e comeu uns ovinhos de Páscoa a mais, a dica é fazer a semana toda de Treinamento Funcional e manter sua rotina de Treinamento Aeróbio pra finalizar. Logicamente se você costuma fazer 45-60 minutos ou mais, reduza para o mínimo de 30 e máximo de 45 minutos.
Agora para você que é da “pegada” dos Treinamentos Funcional ou Circuito, a dica é inverter. Se faz funcional, experimente fazer por esta semana o treinamento em circuito, você vai sentir seu corpo mais fadigado, e consequentemente o gasto calórico será enfatizado, e logo em seguida escolha a opção de cardio que melhor lhe convier e encare este desafio por 30 minutos.
3. Avançado: pra você que é frequentador assíduo, você da hashtag #noexcuses. Minha sugestão é combinar estilos. Você ja experimentou fazer Treinamento Funcional com carga? Treinamento em circuito para um único ou no máximo 2 grupos musculares? Treinamento em circuito apenas com exercícios aeróbios pós sua rotina? Tente. Você pode se surpreender.
Segue abaixo alguns conceitos de treinamento que você pode experimentar:
Treinamento Funcional 
O treinamento funcional trabalha vários grupos musculares numa mesma sessão de treinamento, ou seja neste tipo de treinamento não é prioridade o treinamento de músculos isolados. 
Treinamento em Circuito 
promove maior gasto calórico se comparado ao treinamento de forca tradicional (pós exercício).
Treinamento Resistido 
O treinamento de resistido com pesos promove o aumento da força, aumento de massa magra, consequentemente aumento da taxa metabólica basal, o que facilitaria a oxidação das gorduras em presença de restrição energética
Treinamento Aeróbio 
É inegável os benefícios trazidos com este tipo de treinamento, porem vale lembrar que este método não impede a perda de massa magra.
Patrícia Mello no entanto adverte: “não tenho formulas mágicas e nem verdades absolutas. Logo minha contribuição aqui não é a prescrição em massa de rotina de treinamento e sim algumas sugestões de exercícios. O ideal é que cada um procure um profissional da área para auxiliar de perto, lembrando que manter uma dieta balanceada adequada para as necessidades individuas é imprescindível para obter os resultados desejados”, conclui.
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *