Conectado por

Direto de Brasília

Combustíveis – Senadores de Rondônia Gurgacz e Raupp sugerem CPI para investigar a política de preços da Petrobras


Compartilhe:

Publicado por

em

O Congresso Nacional começa a analisar nesta semana as medidas provisórias (MP) assinadas pelo presidente Michel Temer para atender as reivindicações dos caminhoneiros.

As MPs já estão em vigor, entre elas a que reduz em R$ 0,46 o preço do litro do óleo diesel e a que destina 30% dos fretes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para caminhoneiros autônomos. As comissões que vão debater os assuntos começam a funcionar nesta quarta-feira (6).

Além disso, a Câmara também discute um projeto de lei, que pode entrar em votação nesta terça-feira, que regulamenta o transporte rodoviário de cargas no país.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), diz que o texto precisa atender a todos os caminhoneiros.

A paralisação dos caminhoneiros afetou vários setores da economia e provocou o desabastecimento de diversos insumos em todo o Brasil, principalmente de gasolina. O preço deste combustível também está no alvo dos parlamentares.

O senador Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia, disse que é preciso abrir a caixa-preta das planilhas da Petrobras.

Valdir Raupp, do MDB de Rondônia, também criticou a política de preços da empresa.

Os senadores sugerem a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a política de preços da Petrobras. A proposta tem a adesão de 28 deles, duas além do mínimo necessário.