Conectado por

Saúde

Com gripe e Covid em alta, veja 6 dicas para se proteger


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

É bem difícil não conhecermos alguém que esteja com gripe ou Covid-19 — o número de casos no país explodiu e não para de crescer. Muitas cidades já anunciaram o cancelamento do carnaval com o temor de que os hospitais voltem a ficar lotados com doentes.

Como, basicamente, gripe e Covid são doenças respiratórias, os meios de prevenção são praticamente os mesmos.

Veja 6 dicas simples que a Dra. Ilce Menezes, médica Infectologista da Pró-Saúde que atua no Hospital Oncológico Infantil, em Belém, preparou para que você possa ampliar sua proteção contra doenças respiratórias. E lembre-se: conheça o blog Vida Saudável (https://www.prosaude.org.br/vida-saudavel/), da Pró-Saúde, e tenha acesso à informação confiável sobre como cuidar da sua saúde e bem-estar.

1. Use máscara

Sim. A máscara virou um acessório praticamente obrigatório desde a Covid-19. Como protege o nariz e a boca, a máscara ajuda a evitar a transmissão de gripe, Covid e resfriados. Mas essa proteção só funciona se a máscara estiver cobrindo boca e nariz por completo — nada de puxar a máscara para baixo ao falar ou deixar o nariz descoberto.

2. Evite aglomerações

Manter o distanciamento também ajuda a reduzir as chances de contrair gripe e Covid. Como são doenças que se transmitem por meio de gotículas que saem da boca, quanto mais distante estiver de pessoas, menor será o risco de transmissibilidade. Evite ficar em locais aglomerados. A Ômicron, nova variante da Covid, é altamente contagiosa — e tem sido o grande motivo do cancelamento de eventos, viagens mundo afora e também da alta procura de pacientes em hospitais.

3. Lave as mãos com frequência

Em qualquer situação, a higiene das mãos protege nosso corpo de várias doenças. Quando o assunto são doenças respiratórias, lavar as mãos é fundamental para a prevenir o contágio. Em geral, a transmissão do vírus da gripe ou da Covid acontece quando as mãos contaminadas tocam a mucosa da boca, do nariz ou dos olhos. Por isso, quando estiver em público, evite, ao máximo, ficar tocando os olhos, o nariz e boca. Lavar as mãos pode interromper a transmissão dos vírus.

4. Esteja em dia com a vacina da Covid e da gripe

Felizmente, a quantidade de mortes por Covid caiu bastante desde o início da pandemia. Isso porque as pessoas estão tomando a vacina. Quase 70% da população brasileira já tomou as 2 doses da doença, mas a quantidade de quem tomou a dose de reforço ainda é baixa. Portanto: mantenha a vacina em dia. A vacinação é a maneira mais eficaz de evitar evolução para quadros graves da doença.

5. Quando procurar um médico?

Se mesmo com todos os cuidados você apresentar sintomas como febre alta e dificuldade para respirar, hidrate seu corpo, e saia de casa apenas para ir a uma unidade de saúde.

6. Não compartilhe Fake News

Fake News colocam em risco a vida das pessoas e são um crime no Brasil. Compartilhar notícia falsa pode matar. Basta ver que, segundo as autoridades sanitárias, a maioria das mortes recentes por Covid acometeu pessoas que não tinham tomado a vacina. Por isso, tente checar a informação consultando sites confiáveis, seja de veículos de comunicação ou órgãos oficiais.

Comunicação  Pró-Saude

Publicidade
Betfair

ALE-RO

ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento