Conectado por

Cuiabá-MT

Com alta demanda, laboratórios suspendem testes da Covid-19 em Cuiabá


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Laboratórios de Cuiabá suspenderam testes de Covid-19 por conta da alta demanda causa pelo surto da doença. O aumento nos casos começou no fim de dezembro de 2021 com as festividades de fim de ano, além do período de férias para alguns trabalhadores e estudantes.

No laboratório Cedilab os testes foram suspensos para o público geral, pois estão dando prioridade aos pacientes internados e também aos profissionais da saúde que estão atuando na linha de frente do vírus.

No Hemaclin está realizando o contingenciamento e disponibilizando apenas 15 testes por dia, a partir da ordem de chegada no laboratório.

O diretor do Laboratório Instituto de Análises Clínicas (Inac), Romano Kazuo, explicou ao Olhar Direto que a procura aumentou e detalhou alguns números. “Fazíamos em média 150 testes e agora a média é de 500 a 600 por dia. Os fabricantes não estão conseguindo repor os insumos”, disse.

O diretor teme que os exames sejam suspensos em breve. “Está preocupante a falta de insumos e estamos com medo de não conseguir repor. Já tem laboratório sem insumo e testes para realizar o exame na população. A coisa está bem apertada”, lamenta.

O Painel Covid, que é desenvolvido e divulgado diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, aponta que nas últimas 24 horas (11 a 12 de janeiro),  210 pessoas testaram positivo para Covid-19 em Cuiabá. A última vez que a capital teve acima de 200 casos em um só dia foi em 14 de outubro de 2021.

“No último mês de 2021 o maior número de casos positivos que tivemos foi 39, em 16 de dezembro. Nos demais dias esses números eram menores, chegando até mesmo a não termos nenhum caso notificado em alguns dias. Neste mês, até o dia 5 tivemos menos de 30 casos por dia, mas entre os dias 06 e 11 de janeiro os casos diários passaram de 100. Na terça-feira (11), registramos 126 positivos e na quarta (12),  esse número pulou para 210 casos”, revelou Flávia Guimarães, gerente da Vigilância Epidemiológica.

Ela explica que, apesar do elevado número de casos positivos, felizmente o número de pessoas que têm complicações decorrentes da Covid-19 está baixo. “Com o avanço da vacinação, felizmente temos visto um novo panorama nos pacientes positivos. A esmagadora maioria tem casos leves ou são assintomáticos. Por isso precisamos continuar com as medidas sanitárias, como distanciamento social, uso de máscara, higienização frequente das mãos, uso de álcool em gel, enfim, todos aqueles cuidados que todos já sabem de cor”, finalizou a gerente.
Olhar Direto
Publicidade
Betfair

ALE-RO

ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento