Conectado por

Medicina

Cidade mineira não tem um único doente internado por covid-19


Compartilhe:

Publicado por

em

Entre os 46 mil habitantes de São Lourenço, cidade localizada no sul de Minas Gerais, não existe um único registro de morte ou internação em leito de UTI relacionado à covid-19 há mais de 20 dias. Apenas dois moradores da cidade ocupam leitos de enfermaria — ainda assim, são casos ainda não confirmados (o hospital local, entretanto, atende alguns pacientes com coronavírus transferidos de municípios vizinhos).

O prefeito de São Lourenço é o médico Walter José Lessa (PTB). Ele assumiu o cargo em janeiro de 2021 e aposta no tratamento precoce para combater a doença.

“Nossa experiência aqui foi exitosa. Fazemos tratamento precoce já nos pacientes sintomáticos, no quarto dia, no máximo”, afirmou. “[Iniciamos] antes mesmo de chegar o resultado do exame, que às vezes demora dez dias. Essa antecipação do tratamento com azitromicina, dexametasona, ivermectina, vitamina D e zinco tem salvado nossa população. Nós estamos com zero paciente internado na UTI.”

Enquanto isso, em Belo Horizonte, a 400 quilômetros de São Lourenço, o prefeito Alexandre Kalil decidiu intensificar mais uma vez as medidas de isolamento social. Com 2,5 milhões de moradores, a capital mineira contabiliza 2.902 mortes por coronavírus e tem atualmente 638 pacientes com covid-19 internados em leitos de UTI.

 

Revistaoeste

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento