Conectado por

Direto de Brasília

Chico Rodrigues teme conflito na fronteira com a Venezuela


Compartilhe:

Publicado por

em

Em pronunciamento nesta quinta-feira (21), o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) alertou as autoridades brasileiras para os riscos de um conflito “de consequências inimagináveis” na fronteira da Venezuela com o Brasil, na localidade Pacaraima, caso se tente levar ajuda humanitária, em remédios e alimentos, ao povo da daquele país sem autorização do presidente Nicolás Maduro.

— Eu gostaria de alertar para que as autoridades brasileiras, que têm um poder de articulação muito grande na sua diplomacia, evitem que se cometa um erro estratégico. É preciso muita cautela, cuidado e prudência — afirmou.

O senador reconhece como compreensível a reação dos venezuelanos à tentativa de entrada no país de um comboio com ajuda humanitária, mesmo sem respaldo do governo Maduro, mas se mostrou preocupado com a situação.

— Essa ajuda é importante, mas não podemos transformar a fronteira do Brasil, na localidade de Pacaraima, num palco de guerra. Eu estou falando em nome da população brasileira e, principalmente, do povo de Roraima. Pacaraima tem aproximadamente 10 mil habitantes e fica na linha de fronteira.

Para Chico Rodrigues, o quadro atual é de um “desastre anunciado” porque as reações do presidente Nicolás Maduro são inesperadas. Ele lembrou que Maduro, legítimo ou não, ainda está instalado como presidente da República.

— Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela) fez uma declaração que reforça minha preocupação. Ele afirma que precisamos abrir um corredor humanitário aconteça o que acontecer, ou seja, ele já sente a reação que possa ser adotada por Maduro, caso haja uma ação contrária a autorização do seu governo — ressaltou.

(Agência Senado)