Conectado por

Rondônia

Ceron cadastra mais de 32 mil famílias na tarifa social de energia elétrica em apenas 6 meses


Compartilhe:

Publicado por

em

Desde outubro do ano passado, a Ceron intensificou o cadastro de famílias de baixa para aumentar a  quantidade de beneficiários da Tarifa Social de Baixa Renda. Para isso, desde o início de 2019 a empresa realizou uma parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Família para se aproximar da comunidade e apresentar as regras do programa aos clientes.

Serviços como cadastro de novos clientes e palestras informativas sobre o direito a tarifa social e uso racional de energia elétrica passaram a ser levados as comunidades e, em apenas 6 meses, a Ceron participou de mais de 10 eventos em localidades como Jaci Paraná, Rio Pardo, União Bandeirantes e bairros das Zonas Leste e Sul de Porto Velho, atendendo junto aos Centros de Referência (CRAS) que realizam o cadastro e atualização do Cadastro Único, item necessário para o cliente que tenha acesso ao benefício.

Além dos cadastros realizados durante as visitas aos bairros, as palestras têm dado um resultado positivo, afirma o gerente de Serviços Comerciais, Fernando Tupan. “Quando nos aproximamos da comunidade explicando sobre a conta de energia, como economizar e os benefícios que cada um tem, percebemos que os clientes começaram a procurar nossas agências. Foi registrado um aumento médio de 20 atendimentos por dia”.

Apenas no primeiro semestre de 2019 mais de 32 mil famílias foram cadastradas para receber o beneficio da Tarifa Social de Energia Elétrica que concede desconto de até 65% de desconto na tarifa. No mesmo período do ano passado, eram apenas 5 mil beneficiados.

Como se cadastrar?

O próximo objetivo da Ceron é levar as palestras e cadastro para o interior do estado ainda este ano. Se atender aos critérios abaixo, os clientes devem realizar o Cadastro Único nos programas sociais do Governo Federal  nos Centros de Referência (CRAS) do seu município:

– Renda per capita menor ou igual a meio salário mínimo;

– Data de atualização no Cadastro Único não pode ser superior a 24 meses (2 anos);

– Estar com seu cadastro ativo, no banco de dados do BPC (LOAS);

A unidade consumidora não precisa estar cadastrada em nome do beneficiário do programa social. A solicitação pode ser realizada pelo titular ou terceiros em uma das 58 agencias de atendimento da Ceron em todo o Estado de Rondônia, informando os seguintes documentos:

– CPF, RG ou RANI (identidade indígena), NIS ou número do benefício BPC, nome completo do beneficiário, telefone para contato.

Após solicitada a inclusão, o pedido passará por análise e, se atender a todos os critérios, será deferido. Em caso de dúvidas, o cliente pode entrar em contato pelo 0800 647 0120. A ligação gratuita inclusive de celular.

Veja também: Ceron abre chamada pública que destinará mais R$ 8 milhões para projetos que promovem a economia de energia