Conectado por

Mato Grosso

Cerca de 1.700 pessoas do grupo prioritário de Mato Grosso ainda não tomaram vacina contra gripe


Compartilhe:

Publicado por

em

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 15 de junho em todo o país. A recomendação do Ministério da Saúde, enviada aos gestores locais nesta terça-feira (29), foi adotada em decorrência dos possíveis impactos do manifesto nacional. A campanha estava prevista para encerrar nesta sexta-feira.

Em Lucas do Rio Verde, 7.733 pessoas do grupo prioritário já foram vacinadas, o que representa 82% do total da meta do município. Idosos e trabalhadores da saúde já atingiram 100%. Entre os públicos que ainda precisam tomar a vacina estão as puérperas (80,8%), professores (75,4%), crianças (69,1%) e gestantes (58,9%). Para cobertura total, devem ser vacinadas 9.431 pessoas no município.

A Secretaria de Saúde reforça a importância de vacinar os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes e pessoas com comorbidades, público com maior risco de complicações para a doença.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

De acordo com o Ministério da Saúde, após o fim da campanha, caso haja disponibilidade de vacinas nos estados e municípios, a vacinação poderá ser ampliada para crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos.