Conectado por

Esporte

Caso Daniel: Justiça nega habeas corpus para Allana Brittes


Compartilhe:

Publicado por

em

Ela, que tem 18 anos, é uma das seis pessoas presas no processo que investiga a morte do jogador.

A Justiça do Paraná negou um pedido de liberdade para Allana Brittes, de 18 anos, filha de Cristiana e Edison Brittes. Ela, a mãe, o pai e mais três pessoas estão presas pela morte do jogador Daniel Corrêa Freitas.

De acordo com o Globoesporte.com, o habeas corpus foi negado na quinta-feira (28), pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná.

Allana, assim como Cristiana, são rés no processo que investiga o caso e estão presas na Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP). Já Edison Brittes, que confessou ter assassinado o jogador alegando que ele tentou estuprar sua esposa, está na Casa de Custódia de São José dos Pinhais.

Os outros seis réus no mesmo processo que estão presos são Eduardo da Silva, Ygor King e David William da Silva. Evellyn Brisola Perusso é a sétima ré do caso, mas responde em liberdade.

Daniel foi morto logo após participar da festa de aniversário de 18 anos de Allana Brittes. A celebração começou em uma casa noturna de Curitiba, e terminou na casa da família Brittes, onde ocorreu o crime.