Conectado por
Governo de Rondônia

Saúde

Câncer da mama masculino: O que saber para evitar mortalidade

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Tanto as mulheres como os homens possuem tecido mamário. Mesmo que os homens não desenvolvam mamas, ainda assim as células de tecido mamário masculinas podem desenvolver cancro.

 

A revista VEJA, refere que embora os tumores mamários nos homens sejam raros, representando de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) apenas 1% do total de casos da doença, a mortalidade entre os homens é maior do que entre mulheres, exatamente porque o nível de conscientização sobre o assunto é escasso, e de certa forma tabu.

Os principais fatores de risco são exposição à radiação; níveis elevados da hormônio estrogénio e histórico familiar. O tumor geralmente é detectado como um nódulo endurecido abaixo do mamilo/aréola. Somente a realização de uma mamografia e biópsia pode confirmar o diagnóstico.

Por serem menos propensos a admitir a possibilidade de tratar-se de neoplasia de mama, os homens creem tratar-se de um processo inflamatório ou trauma local. Há ainda aqueles que sentem vergonha quando encontram um nódulo e por isso não procuram assistência médica. Tal retarda o diagnóstico e reduz as chances de sucesso no tratamento.

Tratamentos e teste genético

As opções de tratamento do cancro da mama masculino são as mesmas oferecidas às mulheres: cirurgia, radioterapia, quimioterapia e terapias hormonais. 

Por ser um tipo de tumor raro nos homens, é aconselhável que se realize o teste genético para identificar possíveis genes que sofreram mutações, sendo os mais comuns o BRCA1 e o BRCA2. Adicionalmente, os indivíduos que possuem esses genes alterados têm ainda um risco mais elevado de desenvolverem tumores na próstata.

Diagnosticar precocemente o cancro da mama aumenta exponencialmente as probabilidade de um tratamento bem-sucedido e consequentemente de sobrevivência. Contudo, pela sua raridade, não há indicação para que os homens realizem exames de despiste com ecografias e mamografias. Dessa forma, é importante que a população masculina fique atenta a alterações na região. Como os homens têm pouco tecido mamário, é mais fácil de observar ou sentir pequenas massas (tumores). Não deixe de procurar um médico caso se aperceba de alguma alteração nessa área do corpo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *