Conectado por

Nacional

Butantan faz proposta ao governo federal para fornecer Coronavac em janeiro


Compartilhe:

Publicado por

em

O Instituto Butantan formalizou uma proposta ao Ministério da Saúde para garantir a disponibilização, a partir de janeiro de 2021, de doses da vacina Coronavac, desenvolvida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. O plano foi entregue na quarta-feira (16/12).

Em nota, o instituto afirmou que “o fornecimento das doses pelo Butantan, caso a pasta federal concorde em adquiri-las, ocorrerá tão logo seja definida a situação de registro da vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária”.

A oferta foi enviada no mesmo dia em que o governo federal lançou a íntegra do Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19. Na cerimônia, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que todas as vacinas que estiverem no Brasil farão parte do Programa Nacional de Imunização (PNI), “sem exceção”.

Ainda segundo o Butantan, o plano para iniciar a imunização no estado de São Paulo em 25 de janeiro está pronto para ser colocado em prática. “Porém, em caso de definição do PNI, São Paulo seguirá as orientações para as estratégias de vacinação, com definição de grupos prioritários e faseamento.”

Aprovação da Anvisa

O documento com os dados da fase 3 do estudo da Coronavac deve ser enviado na próxima quarta-feira (23/12) para análise da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Governo de São Paulo adiou a entrega em uma semana, para enviar dados completos e poder solicitar o registro definitivo da vacina.

Metropoles