Conectado por

Beleza

‘Botox’ preventivo é arma eficaz contra envelhecimento da pele, diz especialista


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Quando falamos em cuidados com a pele, quem é que não gostaria de fazer 35 anos com cara de 25 ou, até mesmo, 50 com cara de 35 e assim sucessivamente? A biomédica esteta, Geici Rafela, que atende em Cuiabá e é especialista em estética avançada – que compreende procedimentos invasivos e harmonização facial- afirma que a toxina botulínica feita de forma preventiva, ou seja, antes ou ao nascer das primeiras marcas de expressão na face, pode ser uma aliada para quem quer retardar o envelhecimento.

“As rugas são causadas por fatores naturais como a movimentação repetitiva dos músculos da face ou por fatores externos como exposição solar, poluição, falta de sono e pouca hidratação, além de fatores genéticos, claro. Elas podem aparecer a partir dos 25 anos e é a partir dessa idade que a toxina botulínica deve começar a ser utilizada de forma preventiva. Cada caso deve ser avaliado individualmente. Geralmente a toxina é indicada de forma preventiva e pode ser iniciada quando as linhas e vincos da pele se tornam mais visíveis. A aplicação ocorre através de uma injeção intramuscular que gera a paralisia dessas musculaturas”, explica.

A biomédica revela que este é um dos procedimentos dentro da harmonização facial mais procurados em seu consultório, seguido pelos preenchimentos. Segundo Geici, existem dois principais tipos de rugas: as dinâmicas e as estáticas. Estas são causadas pelo envelhecimento natural da pele onde ocorre a diminuição da espessura das camadas e da estrutura elástica, perda de colágeno, elastina e baixa da capacidade de regeneração celular. Já as dinâmicas são aquelas ocasionadas pela atividade muscular. Como os músculos estão ligados à pele, a movimentação repetida provoca seu aparecimento, como resultados dessas contrações surgem linhas de expressão na testa, ao redor dos olhos e entre as sobrancelhas.

“As pessoas estão começando a entender que é melhor prevenir e, nesse caso, a melhor indicação é aplicação da toxina botulínica, pois o tratamento age nos músculos proporcionando o seu relaxamento. Assim, o processo é interrompido, evitando que essas rugas se intensifiquem e se tornem profundas e estáticas, garantindo um efeito natural. A sua ação de paralisação ocorre entre o terceiro e o décimo quinto dia após a aplicação, e o efeito supremo durante a 2ª e a 3ª semana, perpetuando esse efeito por um intervalo entre 4 a 6 meses. Portanto, não precisa ter medo de fazer uso da Toxina Botulínica na prevenção ou combate às rugas, basta procurar um bom profissional”, explica.

Nada de Exageros

Os exageros cometidos no passado por alguns profissionais e resultados artificiais como faces totalmente paralisadas e sem expressão, sobrancelhas com aspecto de malévola, ainda gera bastante insegurança com relação ao procedimento.

“O que posso dizer como biomédica esteta é que bom senso e canja de galinha não fazem mal a ninguém e com a toxina botulínica também é assim. O tratamento com a Toxina Botulínica começou a ser utilizado na década de 1970 pela medicina para corrigir o estrabismo. Sua aprovação ocorreu no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em 2000 e, desde então, seu uso sucessivo vem auxiliando nos tratamentos estéticos faciais para prevenir e amenizar rugas e linhas de expressão, finaliza a profissional.

Serviço:

O centro de biomedicina estética Geici Rafaela está localizado em Cuiabá, no bairro Boa Esperança. Para maiores informações o telefone de contato é o (65) 996641608 ou através das redes sociais no @esteticageici

Jornalista Laura Petraglia

Publicidade
Betfair

ALE-RO

ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento