Conectado por
Governo de Rondônia

Featured

Botelho revela pedido de Mendes para que ele dispute o Senado

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (DEM) afirmou que o governador Mauro Mendes (DEM) lhe pediu para disputar uma vaga ao Senado caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirme a cassação da senadora Selma Arruda (Podemos).

Selma teve o mandato cassado em abril pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) por abuso do poder econômico e caixa 2 durante a campanha eleitoral de 2018. O caso agora está sendo julgado no Tribunal Superior Eleitoral.

No início deste mês, a então procuradora-geral da República Raquel Dodge se posicionou favoravelmente à cassação do mandato e a realização de novas eleições para o cargo em Mato Grosso.

A princípio tivemos só uma conversa amistosa e vamos esperar o momento certo para fazermos essa discussão

Desde então, começaram as articulações nos bastidores de pretensos candidatos à vaga. O nome de Botelho é um dos cotados à disputa.

“O governador disse que gostaria que eu fosse candidato a senador, que eu fosse um dos possíveis pré-candidatos. Mas a princípio tivemos só uma conversa amistosa e vamos esperar o momento certo para fazermos essa discussão”, disse o presidente da Assembleia.

Questionado se tem interesse em concorrer ao cargo, Botelho adotou um discurso de cautela.

“Ainda não tem a vaga. A hora que tiver a vaga, nós vamos sim discutir com mais seriedade e com mais objetividade. No momento não tem a vaga, são apenas conversas aleatórias. Mas quando tiver, vamos discutir e analisar”, afirmou.

Ainda segundo Botelho, o DEM tem total condição de concorrer em uma eventual eleição, independente de quem seja o candidato.

“O DEM hoje pode disputar todos os cargos: prefeitura de Cuiabá, Várzea Grande, Senado”.