Conectado por

Mato Grosso

Botelho aguarda afunilamento e vereador melhor colocado vê ausência da baixada na AL/MT


Compartilhe:

Publicado por

em

Apontado como o primeiro colocado na disputa pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso na pesquisa do instituto Segmenta, divulgada pelo Olhar Direto nesta segunda-feira (9), o atual presidente da casa de leis, Eduardo Botelho (DEM), disse que a lembrança de seu nome pelo eleitor é fruto de seu primeiro mandato como parlamentar, mas ponderou que os números ainda não refletem a sua reeleição.

Leia também
Botelho lidera pesquisa de intenção de votos; veja lista de estaduais que se elegeriam

“É o resultado de um trabalho que venho fazendo. Agora, para deputado isso ainda não reflete muito o que vai acontecer. Temos que esperar o afunilamento, porque o voto para deputado é muito personalizado. A maioria dos que votam em deputado estadual, vota porque conhece, acompanha o trabalho. Então é uma coisa que pode mudar muito ainda. Mas não resta dúvida que é o reconhecimento do trabalho que foi feito e que venho fazendo”, disse o parlamentar ao Olhar Direto.

Botelho aparece com 3,65% das intenções de voto na modalidade espontânea da pesquisa (que não se oferecem nomes de candidatos aos eleitores no momento da sondagem). Atrás do Democrata, estão os também deputados Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, e Janaina Riva (MDB), com 3,05% e 2,88% das intenções, respectivamente.

Entre os dez primeiros colocados está o nome do jornalista e apresentador Toninho de Souza (PSD), que está em seu terceiro mandato como vereador e foi o campeão de votos na eleição passada.

Para o vereador, os eleitores lembram de seu nome pela ausência de representantes da baixada cuiabana na Assembleia Legislativa e pelo seu trabalho apresentado nos últimos doze anos na Câmara.

“No meu caso, acho que é o resultado do trabalho apresentado. Estou no meu terceiro mandato de vereador, fui o mais votado na última eleição. Acho que é resultado disso e também da baixada cuiabana estar carente de uma representação na Assembleia Legislativa. Eu tenho uma forte identificação com a baixada cuiabana e nossa força na Câmara representa o desejo da população de ter os seus representantes”, avaliou.

A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número MT-00672/2018, foi realizada entre os dias 1 e 5 de julho. No total foram feitas 2.048 entrevistas em 75 municípios de Mato Grosso.

A metodologia utilizada foi de pesquisa quantitativa, utilizando a técnica survey (aplicação de questionário estruturado), com uma margem de erro de 3%, para mais ou para menos.

Intervalo de confiança é de 95%, isto é, se fossem realizadas 100 pesquisas, em 95 delas os resultados obtidos estariam iguais a estes, dentro da margem de erro estipulada.

Dos entrevistados, 50,45% são mulheres e 49,55% homens, de maioria entre 35 a 59 anos (45,7%) e de maioria com faixa de renda entre dois e cinco salários mínimos (34%). Para o Governo do Estado receberam votos quatro pré-candidatos.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento