Conectado por

Política

Bolsonaro ameaça vetar exame de drogas para porte e posse de arma


Compartilhe:

Publicado por

em

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse na noite desta quinta-feira (06/02/2020) que não se pode “dificultar a vida de quem quer ter uma arma em casa”. A declaração foi feita durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

Bolsonaro se referia à decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado que aprovou, na quarta-feira (05/02/2020), a exigência de exame toxicológico com resultado negativo para permitir a posse e o porte de armas de fogo.

Atualmente, o Estatuto do Desarmamento não determina a exigência de exames toxicológicos. Os critérios estabelecidos para obter uma arma são, entre outros, ter a comprovação de “capacidade técnica” e de “aptidão psicológica”.

“Espero que esse projeto não passe no [plenário do] Senado. Se passar, espero que fique [parado] na Câmara. É um direito meu de falar isso aí, com todo respeito ao parlamento”, disse o presidente.

E acrescentou: “Se porventura passar, eu posso exercer o direito de veto e depois o Congresso decide se mantém ou derruba o veto”.

FONTE: METROPOLES