Conectado por

Cuiabá-MT

Bares e restaurantes têm autorização para reabertura a partir de 8 de junho em Cuiabá

Publicado por

em

Os bares, restaurantes e lanchonetes de Cuiabá poderão retomar as atividades presenciais a partir do dia 8 de junho, conforme o novo decreto anunciado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na manhã desta quinta-feira (28).

Continua após a publicidade

Esses estabelecimentos devem funcionar de terça-feira a domingo das 11h15 às 15h para o almoço e das 18h30 às 23h no jantar.

A capacidade máxima de mesas e circulação de pessoas está limitada a 50%.

Outra permissão anunciada pelo prefeito é a música ao vivo nos bares e restaurantes. Conforme o decreto, é permitido até dois músicos em cada estabelecimento.

Essas novas medidas aplicam-se aos centros comerciais, galerias e congêneres. No entanto, não são válidas para ambulantes e comércio de alimentos de rua. Esses deverão receber um auxílio de R$ 500, segundo a prefeitura.

De acordo com o prefeito, todos os empresários desse segmento, antes da abertura, deverão assinar um termo de compromisso sobre as medidas de biossegurança a serem seguidas.

O comércio de varejista de Cuiabá reabriu no dia 27 de abril. No dia 4 de maio foi a volta dos prestadores de serviço. Já no dia 11 foi a retomada das indústrias com horários reduzidos. Nesse período, segundo o prefeito, o número de casos da Covid-19 continuaram crescendo, mas “de forma equilibrada.

“Os números vão crescer, porque é uma pandemia, é natural, mas de forma controlada. Esperamos que o estado faça sua parte também. Cuiabá tem que carregar o estado nas costas”, declarou.

Shoppings de Cuiabá devem voltar na próxima semana — Foto: Divulgação

Shoppings de Cuiabá devem voltar na próxima semana — Foto: Divulgação

Shoppings

A abertura das lojas e praças de alimentação dos shoppings da capital também foi autorizada nesse decreto.

As atividades dos comércios varejistas dentro dos shoppings poderão retomar a partir de 3 de junho, com atendimento ao público de segunda-feira a sábado das 14h às 22h. Conforme o decreto, é proibido o funcionamento aos domingos e feriados.

Nas praças de alimentação, segundo o prefeito, devem ser disponibilizadas apenas 50% das mesas, mantendo o distanciamento social.

Os cinemas ainda não constam no decreto assinado nesta quinta-feira, portanto, devem continuar fechados.

G1