Conectado por

Rondônia

Avião que sumiu após decolar de RO foi fabricado em 2002 e tinha autorização para levar passageiro


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

O avião que sumiu há 30 dias com duas pessoas a bordo, após decolar de Rondônia com destino ao Ceará, possui autorização para levar um passageiro a bordo, conforme aponta o registro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Ainda segundo consta no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave do modelo Paradise foi fabricada em 2002 e só não estava autorizada a fazer voo como táxi aéreo. O avião também está com a situação de aeronavegabilidade dentro da normalidade.

Pela autorização da Anac, o avião de prefixo PU-PPY está registrado na categoria como privado experimental e tem peso máximo de decolagem para até 480 quilos.

ANAC diz que avião que saiu de RO não pode fazer táxi aéreo — Foto: Reprodução

ANAC diz que avião que saiu de RO não pode fazer táxi aéreo — Foto: Reprodução

Todos os voos do PU-PPY deviam ser feitos durante o dia. A decolagem de Espigão D’Oeste para Fortaleza, segundo a família, aconteceu às 8h da manhã de 28 de abril.

O último contato do piloto Haiub Cordeiro Junior com a família ocorreu por volta de 12h30 do mesmo dia, quando enviou uma foto da viagem aos parentes. No avião também viajava o passageiro Joerli Silvares. Os dois seguem desaparecidos.

Buscas encerradas

Nesta terça-feira (28), um mês depois do desaparecimento, a Força Aérea Brasileira (FAB) suspendeu as buscas pela aeronave.

Boa parte das buscas se concentrou entre os municípios de Nova Guarita (MT) e Redenção (PA). Conforme a FAB, a área de buscas é de mata fechada e isso dificulta qualquer observação visual pelas equipes.

Avião de pequeno porte sumiu no dia 28 de abril — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Avião de pequeno porte sumiu no dia 28 de abril — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

A procura pelo avião envolveu 15 militares e foi coordenada pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Manaus (Salvaero).

O que se sabe sobre o sumiço do avião:

  • A aeronave de pequeno porte decolou de Espigão D’Oeste em 28 de abril, às 8h, com destino a Fortaleza.
  • Haiub Cordeiro Junior era o piloto do avião; com ele também viajava Joerli Silvares, de 34 anos.
  • A família diz que o piloto pretendia abastecer o avião em Redenção, no Pará. O último contato com os parentes foi ao meio-dia do dia 28 de abril.
  • Ao notarem a falta de contato de Joerli, os parentes fizeram buscas por conta própria, quando alugaram um avião e sobrevoaram a região de Peixoto de Azevedo, no Mato Grosso (MT).
  • Sem sucesso nas buscas, a família acionou a Força Aérea Brasileira (FAB) sobre o sumiço do avião.
  • Há duas semanas as buscas foram suspensas temporariamente devido a um problema na aeronave da FAB.
  • Na última semana as buscas pelo avião retornaram e ficaram concentradas na divisa do Pará e Mato Grosso.
  • Sem encontrar pistas do avião, a FAB encerrou as buscas em 28 de maio.

Registro do PU-PPY na ANAC — Foto: Reprodução

Registro do PU-PPY na ANAC — Foto: Reprodução

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 18 =

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento