Conectado por

Religião

Autobiografia em Cristo – Por Ricardo Oliveira

Publicado por

em

A palavra de amor se torna luz e unção a cair dentro de mim como gotas de orvalho. E ela não pode ser outra forma se não ter seu significado na sua própria gênese. Sim, JESUS CRISTO é essa palavra de amor que tanto preenche minha alma de paz. Assim, não posso deixar me corromper por outras razões da vida.

Continua após a publicidade

Nisso, entrego a Deus a autobiografia, cuja dois pontos essenciais vem a resumi-la. Compreende: a essência em Cristo e a pertença em seu amor. Essência tem por definição: substancia, óleo fino, é aromático. E quem tem perfeitamente essas qualidades? O CORDEIRO! O amadíssimo me faz ser parte de sua alma e carne.

Sou perfumado por Cristo, e seu cheiro me conduz a pertencer ao seu coração de maneira a não mais viver no velho homem, e sim num homem novo. Uma nova perspectiva de caminhada e adoração. A prática do evangelho, dá a certeza de ser predestinado a salvação: “[…] E aos que predestinou, também os chamou […] (ROMANOS 8, 30).

Ó Senhor, dos meus sentimentos! Justificaste-me no ato sublime na Cruz, e sois de Deus. Portanto, ponho a glória em ti, sendo teu conforme I Coríntios 3, 22-23. A poesia me faz sentir intimo de tua doce voz, no qual penetra os meus ouvidos, abrindo-os para perceber a inspiração vinda de tua boca, e o ar a qual respiro.

ORAÇÃO:

Ó meu Deus de amor, tu que me banhas com o teu perfume, minha autobiografia em ti, vem a ser escrita em versos a cada dia. Sempre uma linha deixas para que eu posso completar com teu verdadeiro amor.

[email protected]

[email protected] 

Coluna de Segunda a Sexta.

 

www.jornalcontemplatio.blogspot.com.br