Conectado por

Acre

Aulas presenciais na rede municipal de Rio Branco voltam na próxima segunda-feira (18)


Compartilhe:

Publicado por

em

As aulas presenciais na rede municipal de Rio Branco voltam na próxima segunda-feira (18). Conforme a Secretaria Municipal de Educação, a retomada vai ser escalonada. A informação foi confirmada pela secretária Nabiha Bestene.

Inicialmente, as aulas retomam para um terço dos anos do 5º ano e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do ensino fundamental, além de todas as 30 escolas de ensino fundamental.

O segundo semestre do ano letivo começou no último dia 20 de setembro de forma remota, para os alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental e da EJA apenas na modalidade remota. Os demais do ensino infantil que equivale à pré-escola 1 e 2 e as creches retornam dia 27 de setembro.

“Estamos com a melhor expectativa possível. Pois, depois de bastante tempo, os alunos estão na expectativa do reencontro dos seus professores e coleguinhas”, disse a secretária Nabiha.

Veja como fica retomada:

18 de outubro

  • um terço dos alunos do 5º ano e da EJA do ensino fundamental;
  • todas as 30 escolas de ensino fundamental.

25 de outubro

  • um terço das crianças da pré-escola II;
  • 40 instituições educativas (exclusivas de educação infantil);
  • 12 escolas de ensino fundamental, que possuem turmas de Pré-II;
  • oito espaços alternativos que possuem turmas de Pré-II.

8 de novembro

  • um terço dos alunos do 3º e 4º ano do ensino fundamental;

16 de novembro

  • um terço dos alunos do 1º e 2º ano do ensino fundamental.

22 de novembro

  • um terço das crianças da pré-escola I e creche;
  • 40 instituições educativas (exclusivas de educação infantil);
  • 12 escolas de ensino fundamental que possuem turmas de pré-I;
  • oito espaços alternativos que possuem turmas de Pré-I;
  • 14 creches

20 dezembro

  • eleva-se o percentual de alunos e crianças para 50% em todas as instituições educativas da rede municipal.

 

O retorno das aulas da rede municipal da capital já tinha sido previsto para começar no último dia 20 de setembro, mas acabou sendo adiado para outubro por conta da necessidade de contratação de agentes de portaras.

Preparação

Nabiha disse que as equipes estão atuando para garantir o retorno das atividades presenciais de forma segura. Entre uma das medidas está a do retorno de apenas um terço dos alunos. As aulas vão retornar de forma gradual, no formato híbrido, e escalonado.

“Não estamos medindo esforços, temos que obedecer ao decreto de controle e segurança, para isso temos um comitê que já está dentro das escolas trabalhando nesse sentido. Temos que nos precaver, verificando em todas as unidades escolares o que está faltando para que a gente preencha estes requisitos todos. Se sabe que apenas um terço dos nossos alunos estará em sala de aula, vamos respeitar o que diz o comitê”, concluiu.

Em agosto, a diretora de Ensino da Seme, Maria Zélia Mendonça, disse que vão ser adotadas todas as medidas sanitárias vigentes, como o uso de máscara, álcool em gel, além do distanciamento de 1,5 metro que deve ser mantido entre as cadeiras e filas na hora de servir o lanche, no período de intervalo.

Além disso, os profissionais estão participando de reuniões, nas quais são repassadas as orientações sobre os cuidados que devem ser adotados.

Rede estadual

Na rede estadual de ensino no Acre, as atividades presenciais retomaram no dia 4 de outubro também de forma gradual e escolanada. Inicialmente, a retomada ocorreu de forma híbrida, com aulas presenciais e online, para alunos dos 1º, 5º, 6º e 9º anos do ensino fundamental, 1ª e 3ª séries do Ensino Médio e os últimos módulos de cada etapa da EJA, nas escolas da zona urbana.

Já na zona rural, segundo Secretaria Estadual de Educação, retornaram todas as séries das escolas seriadas e escolas indígenas. Os alunos estão indo para as escolas de forma escalonada, em 50%, semanalmente.

A próxima etapa de retorno, com as demais séries do ensino fundamental, médio e EJA, será no dia 3 de novembro.

A Secretaria Estadual de Educação informou que esse retorno aconteceu para cerca de 70% do total de unidades escolares do Acre, tendo em vista que algumas passam ainda por processos de reformas de grande porte, dentre outras situações específicas, mas que já estão sendo encaminhadas para o retorno o mais breve possível.

Escolas particulares

 

A retomada nas escolas particulares começou ainda em novembro do ano passado, após liberação do governo. No entanto, no final de janeiro, com o aumento de casos de Covid-19 no estado, as aulas presenciais foram suspensas novamente e voltaram em março com 30% da capacidade.

Diferente das escolas públicas, a maioria das instituições particulares iniciou as aulas de 2021 ainda em janeiro, e outras em fevereiro. O segundo semestre iniciou dia 2 de agosto.

Atualmente, todas as escolas sindicalizadas estão com ensino híbrido (aula remota e presencial) e seguindo o que determina o decreto governamental, com capacidade limitada de até 75% dos alunos. O ensino híbrido deve permanecer até o final do ano, segundo o sindicato.

Para o retorno presencial, as escolas tiveram que passar por uma adaptação. Os profissionais passaram por treinamento ofertado pelas vigilâncias sanitárias municipais e estadual e os pais foram consultados sobre qual modalidade os filhos adotariam, se presencial ou remota. Cada instituição teve ainda que instituir um comitê para elaboração do planejamento de retomada e o documento precisou ser entregue aos Conselhos Municipais de Educação e ao Conselho Estadual de Educação.

G1.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento