Conectado por

Ji-Paraná

Ato solidário de voluntários garante estoque de sangue no Hemocentro de Ji-Paraná


Compartilhe:

Publicado por

em

Inscrito com o número 29035, o operador de prensa Hemerson Pego, 26 anos, integra a lista dos 36 mil doadores de sangue voluntários cadastrados no Hemocentro de Ji-Paraná.

Incentivado pela esposa há três anos, o rapaz diz que o mais importante é o cidadão sensibilizar com a causa alheia e colaborar na manutenção da vida do próximo. “Doar sangue significa salvar vidas, independente de o receptor ser um conhecido ou não”, declarou Pego, durante o ato dele que se repete quatro vezes ao ano.

No Hemocentro de Ji-Paraná, o estoque se mantém por meio das doações espontâneas. O diretor da unidade, médico Luís Carlos Pereira, disse que o órgão está abastecido para atender a demanda local.  “Este período do ano o consumo costuma aumentar, devido aos acidentes recorrentes nas rodovias durante as férias escolares e, também, das festividades carnavalescas. Estamos preparados para mais esse desafio”, assegura o diretor.

Para se tornar um agente doador, a pessoa precisa ter idade superior a 16 e menos de 70 anos, gozar de boa saúde e ter peso mínimo de 50 quilos. Dormir pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas e estar alimentado, evitando comidas gordurosas, também compõe os requisitos essenciais.

O Hemocentro de Ji-Paraná funciona das 7h30 às 13h30, na avenida Clóvis Arraes, 1440 (antiga Vilagran Cabrita), no centro. Maiores informações sobre impedimentos temporários e/ou definitivos a se tornar um doador podem ser obtidas por meio do telefone 3422-6762.

Secom – Governo de Rondônia