Conectado por

fatalidade

Atirador da Nova Zelândia transmitiu ataque a mesquita pelo Facebook


Compartilhe:

Publicado por

em

Um dos atentados que deixaram ao menos 49 mortos em duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, foi parcialmente transmitido ao vivo pelo Facebook pelo próprio atirador. Os templos de Masjid Al Noor — onde morreram 41 das 49 vítimas — e Linwood sofreram ataques simultâneos por volta das 13h40 desta sexta-feira, 15 (noite de quinta no Brasil).

As imagens circularam amplamente nas redes sociais, mesmo com a remoção do perfil que as publicou pouco depois do atentado. Aparentemente feito por um dos atiradores, o vídeo mostra o caminho até a mesquita de Al Noor, a chegada ao local e diversos disparos que atingem pessoas aleatoriamente.

A filmagem online, cuja captura pareceu ser de uma câmera presa à cabeça do autor, começa com ele dirigindo enquanto ouve música. Após estacionar, o homem pega duas armas e anda uma curta distância até a mesquita. Durante cinco minutos, ele atira repetidamente em fiéis, deixando mais de uma dúzia de corpos em apenas um cômodo. Ele retorna ao carro para trocar de arma e depois volta para a mesquita para aparentemente atirar em vítimas que mostrassem sinais de vida. O vídeo mostra ainda os fiéis, tanto os possivelmente mortos quanto os feridos, encolhidos no chão.

O atirador transmitiu ao vivo na internet o ataque a uma mesquita em Chistchurch, na Nova Zelândia – 15/03/2019

O atirador transmitiu ao vivo na internet o ataque a uma mesquita em Chistchurch, na Nova Zelândia – 15/03/2019 (//AP)

Um homem que disse estar na mesquita afirmou à imprensa que o atirador era branco, loiro e usava um capacete e um colete à prova de balas. E que ele invadiu a o templo enquanto os fiéis estavam ajoelhados para orar. “Ele tinha uma arma grande. Ele chegou e começou a atirar em todos na mesquita, em todos os lugares”, afirmou Ahmad Al-Mahmoud, que escapou por uma porta de vidro com outras pessoas.

 

Assista reportagem:

 

 

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *