Conectado por

Religião

Até quando e por quê?


Compartilhe:

Publicado por

em

Até quando, SENHOR, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás? Por que razão me mostras a iniquidade, e me fazes ver a opressão?

Habacuque 1:2-3

Os crentes sabem que Deus é justo, verdadeiro, santo e bom. No entanto, eles percebem que muitas coisas no mundo são rebeliões contra Deus e Sua vontade, sem que Ele intervenha para julgar ou remover o mal. Isso coloca nossa fé à prova. Nós clamamos a Deus e perguntamos: “Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal, e a opressão não podes contemplar. Por que olhas para os que procedem aleivosamente, e te calas quando o ímpio devora aquele que é mais justo do que ele?” (v.13). 

Deus geralmente permanece em silêncio. Essa foi a experiência de Jeremias quando disse: “Cobriste-te de nuvens, para que não passe a nossa oração” (Lamentações 3:44).

Deus não está obrigado a justificar Suas ações diante de nós. No livro de Jó lemos: “Maior é Deus do que o homem… ele… não responde acerca de todos os seus feitos?” (Jó 33:12-13).

Ainda assim Deus não deixa o coração que confia nEle sem conforto. Leia o Salmo 73. Nele Deus deu a Asafe luz quando o salmista não entendia as ações de Deus, de tal modo que ele pôde, finalmente, louvar o Senhor. Agora o profeta Habacuque que perguntou a Deus “Até quando?” e “Por quê?”, recebeu uma resposta e foi encorajado por Sua Palavra: “O justo pela sua fé viverá” (Habacuque 2:4). Então, que possamos ser consolados nesses dias difíceis e esperemos no socorro de Deus com fé e confiança. Acima de tudo, olhemos para nosso Senhor e Salvador com antecipação ao Seu próximo retorno para nos levar para Sua glória eterna. Isto pode ser hoje mesmo!  

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *