Conectado por
Governo de Rondônia

AL/MT

Assembleia Legislativa de Mato Grosso entrega 12 kits de leitura biométria para a Politec

Publicado por

em


Continua após a publicidade

A mesa diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso ( AL MT) entregou 12 kits de leitura biométrica para a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) na manhã desta sexta-feira (29).

Cada kit é composto por câmera, pad de assinatura e leitor de digital. Os equipamentos serão usados para a confecção de carteira de identidade. Todos os dados coletados também ficarão na base de dados da Politec e poderão ser usados para outros fins, por exemplo, em investigações.

O secretário de Segurança Pública do estado, Alexandre Bustamante, explica que em muitos lugares ainda é feita a coleta da digital no papel, que é enviado a Cuiabá para confecção do documento. O RG então é enviado de volta para o município em que está o cidadão. “A parceria com a Assembleia vem a atender especialmente o cidadão lá na ponta, na cidade do interior, onde demora muito para fazer uma carteira de identidade”, avalia.

“A análise é mais rápida, a transmissão da digital é pela internet. Só aí já ganha muito no prazo de confecção de uma identidade”, destaca o diretor-geral da Politec, Rubens Okada. Segundo ele, o equipamento doado pela Assembleia também vai auxiliar na identificação facial, que já tem um milhão de pessoas cadastradas em Mato Grosso. “Vai ser possível tirar fotos padrão, como de passaporte e também identificar pessoas junto à base de dados da Politec, inclusive pessoas desaparecidas”, completa.

De acordo com Alexandre Bustamante, a tendência é que no futuro a coleta de digital seja feita nos hospitais, assim que o bebê nascer. “Tendo colhido a digital no nascimento, quando essa pessoa for sequestrada ou fizer um documento, vai ser possível identifica-la”, exemplifica.

O presidente da Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), lembra que o Parlamento é um grande parceiro da Secretaria de Segurança Pública (Sesp/MT).  Dos R$ 80 milhões devolvidos ao Governo do estado no ano passado, a maior parte foi destinada a essa área, para a compra de armas e viaturas, entre outras ações. “Hoje entregamos esse equipamento de última geração, da mais alta tecnologia”, ressalta Botelho. “Temos mais projetos de mais compras para a Secretaria de Segurança e para a Politec”, garante o parlamentar.

Cada kit de leitura biométrica tem o custo aproximado de R$ 15 mil. A expectativa da Sesp é que até o final de 2021 todos os municípios do estado possuam pelo menos 1 kit.

AL MT