Conectado por

Juína

Assassino é condenado a 17 anos de prisão por feminicídio em Juína


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

O Tribunal do Júri da comarca de Juína (a 735km de Cuiabá) condenou Edimar Mendes Bugari, em sessão realizada na quinta-feira (8), por feminicídio e ocultação do cadáver da cunhada. A pena definitiva do réu foi arbitrada em 17 anos de reclusão e 10 dias-multa, em regime inicialmente fechado, sem direito a recorrer em liberdade, uma vez que esteve preso durante todo o trâmite processual.

Conforme a denúncia do Ministério Público, Edimar Bugari matou Ana Paula Bugari Gonçalves a pauladas, na manhã de 29 de junho de 2019, na zona rural de Juína. O condenado agiu com “nítida intenção homicida, com meio cruel e contra mulher por razões da condição de sexo feminino”, desferindo golpes na cabeça da vítima.

Ciente de que a cunhada se deslocaria à zona urbana na manhã do crime e conhecedor do trajeto a ser percorrido por ela, Edimar Bugari cruelmente.

Agoramt.com.br

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento