Conectado por
Governo de Rondônia

Geral

Ascaridíase: O que devemos saber sobre ela?

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O que é ascaridíase?

Ascaridíase é uma parasitose causada pelo Ascaris lumbricoides, conhecido popularmente como lombriga ou bicha. São vermes fusiformes, lisos e brilhantes, branco-amarelados, de reprodução sexuada, sendo a fêmea maior que o macho (cerca de 40 centímetros de comprimento). As formas adultas podem viver por aproximadamente dois anos.

A ascaridíase é a verminose mais espalhada em todo o mundo e o ser humano é seu único hospedeiro. Após a entrada no organismo, sob a forma de ovos, e uma migração por vários órgãos, as formas adultas se alojam no intestino e se nutrem do bolo alimentar. Um único hospedeiro pode abrigar até 600 desses parasitas, que põem vários milhares de ovos por dia, parte deles eliminados pelas fezes. Em casos de superinfecção eles podem alojar-se em outros órgãos, causando complicações graves. Nesses casos os vermes podem ser eliminados pelo ânus, juntamente com as fezes e, eventualmente, até pela boca.

Quais são as causas da ascaridíase?

A transmissão do Ascaris lumbricoides ocorre por meio dos ovos eliminados pelas fezes e que, se conservados vivos, contaminam o solo, a água e os alimentos. Depois da ingestão dos ovos, eles fazem uma longa migração pelo organismo humano (fígado, pulmões e coração) e só chegam ao intestino como vermes adultos depois de dois meses (período de incubação). A larva se desenvolve principalmente nos solos quentes e úmidos de países tropicais, por exemplo, e onde haja condições precárias de higiene.

Quais são os sinais e sintomas da ascaridíase?

As fases anteriores à infecção intestinal geralmente são assintomáticas, mas também podem aparecer sintomas como tosse, irritação brônquica, dificuldade respiratória e febre. Mesmo as infestações intestinais brandas podem passar sem sintomas. Quando existem, se a carga de parasitas for alta, os sintomas mais comuns da ascaridíase intestinal são:

  • Inapetência
  • Náuseas e vômitos
  • Diarreias
  • Dores abdominais
  • Pode haver também a presença de vermes nas fezes

Como o médico diagnostica a ascaridíase?

O diagnóstico é feito por meio do exame parasitológico de fezes, em que os ovos do Ascaris lumbricoides podem ser observados ao microscópio. O diagnóstico também pode ser feito por testes imunológicos ou por exames de imagem, como endoscopias, ultrassonografias e radiografias.

Como o médico trata a ascaridíase?

O tratamento da ascaridíase deve ser feito por fármacos orais como os azólicos (mebendazol, albendazol) e ser acompanhado por medidas de higiene. Em casos de obstrução intestinal, deve-se dar ao paciente uma dose de piperazina ou óleo mineral antes da administração desses medicamentos. O tratamento deve ser repetido após algumas semanas, para reforçar a cura.

Como prevenir a ascaridíase?

A incidência da ascaridíase pode ser muito diminuída por uma educação sanitária adequada, destino adequado das fezes humanas, tratamento da água, cuidados no preparo dos alimentos, observação de higiene pessoal estrita, tratamento das pessoas parasitadas, etc.

Como evolui a ascaridíase?

Em alguns adultos pode se formar no intestino um bolo de parasitas, que motiva um quadro de obstrução intestinal.

Pode ocorrer migração de parasitas para os ductos biliar, pancreático ou para o apêndice, causando colecistite, pancreatite ou apendicite, respectivamente.

Em casos de infecções massivas, os parasitas podem se albergar em órgãos incomuns da infecção e provocar hemorragias internas graves.

Em pacientes subnutridos, os parasitas alimentam-se das paredes intestinais, podendo causar hemorragias internas que podem levar à morte.