Conectado por

Aripuanã

ARIPUANÃ: Trânsito de caminhões é proibido onde têm grande fluxo de atendimentos voltados à área da saúde e escolar


Compartilhe:

Publicado por

em

De acordo com a prefeita Seluir Peixer, a medida visa trazer mais segurança para todos

Com o objetivo de trazer mais segurança no trânsito e para a população, a Prefeitura de Aripuanã, por meio da Lei nº 2.056/2021, suspendeu a circulação de caminhões em algumas localidades que têm grande fluxo de atendimentos voltados à área da saúde e escolar.

Desde o dia 1º de junho, está suspenso o tráfego de todos os tipos de caminhões, com ou sem carretas, carregados ou não, independente do peso bruto total, em dois pontos: O primeiro é na Avenida Dércio Torremocha Aguilar (antiga Avenida Tiradentes) no trecho que compreende a Escola Estadual Elídio Murcelli Filho e a Escola Municipal Jari Edgar Zambiasi. Já o segundo é na Rua Manoel Luiz de Abreu (antiga Rua Vinte e Dois), no trecho entre a base do SAMU e o Hospital Santo Antônio.

Ficam excluídos da regra os ônibus de transporte coletivo de passageiros, públicos ou particulares, veículos de coleta de lixo e outros serviços emergenciais de saúde, manutenção de emergência em residências e vias públicas, em rede elétrica, telefônica, pluvial, sanitária e abastecimento de água e serviços de guincho.

A infringência acarretará ao proprietário e/ou condutor a aplicação das disposições do artigo 187 do Código Nacional de Trânsito. A infração é média, gerando quatro pontos na carteira de habilitação e multa.

De acordo com a prefeita Seluir Peixer, a medida visa trazer mais segurança para todos, pois essa região sempre teve um fluxo muito grande de pessoas, principalmente de alunos e moradores que necessitam de atendimento médico. “Além das pessoas que procuram diariamente o Hospital Municipal, também sempre tivemos um movimento muito grande de alunos nessa região, pois temos ali uma escola estadual, uma escola municipal e outra particular”, ressaltou Seluir.

(AI)