Conectado por

Economia

Aposentados têm risco de ficar sem metade do 13º no meio do ano


Compartilhe:

Publicado por

em

Aposentados e pensionistas do INSS podem ficar sem a antecipação do abono de Natal em agosto do próximo ano. Isso porque a Medida Provisória (MP) que permitia a ação não foi lida em plenário e caducou.

MP 891, do governo federal, tornava legal a antecipação de pagamento de metade do 13º salário de benefício do INSS juntamente com o pagamento de agosto de cada ano.

Promessa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a medida deveria ser analisada no plenário da Câmara dos Deputados nessa terça-feira (03/12/2019). A sessão extraordinária, contudo, foi cancelada.

Como a MP perdeu a validade, o presidente precisará, a cada ano, de nova medida para a divisão do pagamento. Desde 2006, o adiantamento é feito por decreto. Assim, o mês para saque depende do governo.

Apesar de perder a validade, os atos da MP nos últimos 120 dias valem normalmente. Conforme previsão do governo, a antecipação do 13º salário em agosto beneficia 30 milhões de pessoas.

Os primeiros a receber foram os segurados que ganham um salário mínimo e têm o cartão de pagamento com final 1. O pagamento vai até 6 de dezembro.

Procurado, o INSS garantiu o pagamento do 13º neste ano. (Com informações da Agência Senado)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *