Conectado por

Amazonas

AMAGGI entrega respiradores e monitores para 5 leitos de UTI em Itacoatiara (AM)

Publicado por

em

Como parte de suas medidas para enfrentamento aos impactos da pandemia de Covid-19 nos municípios em que atua, a AMAGGI entregou na última terça-feira (17) cinco aparelhos respiradores mecânicos e cinco monitores cardíacos para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional José Mendes, de Itacoatiara, no Estado do Amazonas. A unidade hospitalar é referência no Sistema Único de Saúde (SUS) para a região do Médio Amazonas.

Continua após a publicidade

Os respiradores e monitores – fundamentais para o atendimento a pacientes graves de Covid-19 – compõem uma segunda remessa de doações à unidade hospitalar pela AMAGGI, somando-se a bombas de infusão, desfibrilador e aparelho de aferição de gasometria que a companhia já entregou a fim de constituir pelo menos cinco leitos de UTI disponíveis para a população na rede pública de saúde local.

A AMAGGI está presente em Itacoatiara há mais de 20 anos com um complexo portuário no Rio Amazonas, por onde se exportam grãos para vários países. “Como empresa do setor agrícola, entendemos desde o princípio da pandemia que deveríamos contribuir para mitigar os impactos causados por ela. Além de doações de alimentos, colocamos esforços no fortalecimento da rede de saúde em algumas das cidades em que atuamos, adquirindo equipamentos de UTI que foram doados à rede SUS, apoiando a população que mais precisa”, explica o presidente executivo da AMAGGI, Judiney Carvalho.

Doações

Além de Itacoatiara, logo no início da pandemia a AMAGGI também realizou doações de aparelhos para constituir outros cinco leitos de UTI em um hospital de Sapezal, em Mato Grosso. Também no Estado, a companhia integrou uma campanha de arrecadação para construção de um espaço de leitos de UTI no município de Querência.

E, em Rondonópolis, a Universidade Federal (UFR) recebeu da companhia doações de insumos e equipamentos – entre eles, um termociclador, para testagem de pacientes e profissionais de saúde atuantes no combate à pandemia na região, conforme termo de cooperação técnica e financeira.

Por sua vez, a Fundação André e Lucia Maggi (FALM) ainda realizou a campanha “Um por todos e Todos contra a Covid”, com objetivo de mitigar os impactos socioeconômicos da pandemia em comunidades em Mato Grosso, Rondônia e Amazonas. Mais de 90 mil cestas básicas foram arrecadadas e distribuídas por organizações sociais a famílias em situação de vulnerabilidade social nos três Estados.

Fonte: Assessoria