Conectado por

Amazonas

AM registra 7 casos suspeitos de rabdomiólise por ingestão de peixes nos últimos 14 dias


Compartilhe:

Publicado por

em

O Amazonas registrou sete casos suspeitos de rabdomiólise por ingestão de peixes nos últimos 14 dias. A informação é da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), que monitora o avanço da doença no estado. Desse total, cinco casos foram registrados em Parintins, sendo dois posteriormente descartados, e dois em Itacoatiara.

Segundo a FVS, desde o início do surto da doença, no dia 21 de agosto, até a terça-feira (5), foram notificados 100 casos de rabdomiólise em doze municípios do Amazonas. Destes, 56 (56%) casos atendem à definição de caso suspeito e 44 (44%) casos foram descartados.

A investigação do órgão também mostrou que do total de casos suspeitos da doença, 61% ocorreu em homens. Já em relação à faixa etária, pessoas de 40 anos foram as mais acometidas, também totalizando 61%.

Quanto aos sinais e sintomas mais frequentes da doença, entre os 56 casos suspeitos, destacaram-se dor muscular (100%), seguido de náuseas (73%), dor na nuca (68%) e fraqueza muscular (66%).

Já em relação aos peixes consumidos pelos pacientes considerados suspeitos de rabdomiólise, Tambaqui, Pacú e Pirapitinga foram os mais frequentes. De acordo com a FVS, 95% dos peixes consumidos são de vida livre e 5% não informaram a procedência do pescado.

G1.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento