Conectado por

AL/MT

ALMT aprova prorrogação da Câmara Setorial Temática da Mulher


Compartilhe:

Publicado por

em

O plenário da Assembleia Legislativa, em sessão no dia 14, aprovou a prorrogação dos trabalhos da Câmara Setorial Temática da Mulher até março de 2021.

Por conta das medidas de prevenção ao coronavírus (Covid-19), os trabalhos a partir de março deste ano foram realizados remotamente.

Autor da proposta de criação da Câmara Setorial, o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) explica que um relatório final das atividades está prestes a ser elaborado e o prazo de prorrogação é importante para que o núcleo formado pelas mulheres se debruce nos projetos.

“É um trabalho muito interessante elaborado por um conjunto de mulheres de primeira grandeza e vai ser realmente um marco não apenas para Mato Grosso, mas para o Brasil. É um dos trabalhos com mais qualidade que vejo no Parlamento nestes últimos 30 anos. Havia necessidade de um tempo maior para produzir este relatório, ouvindo os atores e faremos um relatório completo a respeito da proteção às mulheres”, disse.

A Câmara Setorial Temática da Mulher realizou audiências públicas em municípios polos de Mato Grosso como Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis, Sinop e Barra do Garças. Os debates visavam identificar quais demandas poderão ser atendidas pelos poderes Legislativo e Executivo em medidas de proteção às mulheres e aperfeiçoamento das leis.

Inicialmente, a Câmara Setorial Temática da Mulher foi presidida pela desembargadora Maria Erotides Kneip e, em seguida, pela ex-vice-prefeita de Cuiabá Jacy Proença.

Também conta com a participação de expressivas mulheres de outros poderes constituídos e de atuação destacada em seus setores como a promotora de Justiça, Lindinalva Rodrigues do Ministério Público Estadual (MPE); a Defensora Pública, Rosana Leite Antunes de Barros; a juíza de Direito, Amini Haddad; a advogada Clarissa Lopes; a Procuradora do Estado, Gláucia Amaral;ç a Coordenarada da Pastoral do Migrante, Eliana Vitaliano; a delegada Josyrlethe Criveletto; a jornalista Eunice Ramos e as servidoras do Legislativo, Mayana Alves e Tânia Arantes.

AL MT